Reportar erro
Violência sexual

Calabresa fala pela primeira vez sobre denúncia contra Melhem: "Assédio é crime"

Ex-diretor da Globo assediou humorista e outras profissionais, diz revista

Marcius Melhem e Dani Calabresa
Marcius Melhem e Dani Calabresa - Foto: Montagem/Reprodução
Paulo Pacheco

Publicado em 04/12/2020 às 16:52:02

Dani Calabresa se manifestou pela primeira vez sobre as denúncias de assédio moral e sexual cometidos por Marcius Melhem, ex-diretor do núcleo humorístico da emissora. Os detalhes dos casos foram publicados pela revista piauí e repercutiram entre a classe artística, telespectadores e dentro da emissora.

Em publicação no Instagram, nesta sexta-feira (4), Calabresa agradeceu pelas mensagens de carinho e apoio após a revelação dos episódios de assédio cometidos por Melhem. A atriz também reforçou a necessidade de as mulheres denunciarem casos de violência sexual.

"Nunca quis ser vista como uma mulher assediada, mas para recuperar minha saúde precisei me defender. Nunca procurei a imprensa. Tomei as medidas cabíveis para conseguir ajuda. Tudo é muito difícil, dá medo, vergonha, mas temos que lutar por respeito e justiça. Não passarão. Assédio é crime!", escreveu Calabresa.

"Obrigada pelas mensagens de apoio. Agradeço demais a Manô Miklos e a doutora Mayra Cotta pelo apoio. E preciso declarar aqui todo meu amor e gratidão a Maria Clara Gueiros. Minha amiga do meio artístico que me apoiou desde o início! Que mulher maravilhosa! Amorosa! Justa! (E hilária!)", prosseguiu a atriz.

"Toda minha solidariedade às mulheres que passam por isso e têm medo de denunciar. É impressionante a luta que uma mulher precisa travar pra provar que é vítima. DENUNCIEM!!!", concluiu.

Revista detalha assédios de Marcius Melhem na Globo

Em reportagem publicada nesta sexta-feira, a revista Piauí detalhou os assédios praticados por Melhem enquanto era diretor de humor da Globo, principalmente em torno de Dani Calabresa.

Com a contribuição de várias pessoas, que presenciaram ou mesmo ouviram os fatos da própria humorista, foi feita uma grande retrospectiva contando os vários momentos em que o humorista teria encurralado a então colega de trabalho. Começando pela comemoração do episódio 100 do Zorra, que tinha acabado de passar por uma reformulação. A festa aconteceu em 2017 e gerou constrangimentos.

Marcius teria tentado a todo custo um contato mais íntimo com Dani, que sempre se esquivou. Seja desde uma tentativa de beijá-la ou mesmo em momentos que ele chegou a tirar o órgão sexual para fora das calças. Isso teria causado uma crise de choro por parte da profissional, e foi confortada por outros colegas do humorístico.

Desde então, os assédios teriam se repetido, e com as recusas, o então diretor teria passado a complicar a vida da famosa, sabotando seus projetos. Foi então que Calabresa se reuniu com Monica Albuquerque, então diretora de Desenvolvimento e Acompanhamento Artístico (DAA), e teria ouvido que acionaria os responsáveis pelo programa de compliance, que zela pela aplicação de normas éticas e de conduta.

A coragem de Dani fez com que outras vítimas tivessem coragem de também contarem o que passaram. E após um período afastado do seu cargo, em função da cirurgia da filha, Melhem foi oficialmente desligado.



Mais Notícias