Game dos Clones

Sabrina Sato não gostaria de clone de Duda Nagle: “Bagunça pra caramba”

Amazon Prime Video apresentou o Game dos Clones na manhã desta quarta-feira (14)

Sabrina Sato não gostaria de clone de Duda Nagle: “Bagunça pra caramba”
Sabrina Sato estreia à frente do Game dos Clones - Divulgação/Amazon

Thiago Forato

Publicado em 14/10/2020 às 13:47:00 ,
atualizado em 14/10/2020 às 14:22:34

O Game dos Clones estreia nesta sexta-feira (16) na Amazon Prime Video e somente no dia 30 de outubro na Record. Apresentado por Sabrina Sato, o programa conta com 10 episódios e 10 participantes semanais, onde pessoas solteiras buscam seu match a partir da descrição de atributos físicos pelos quais cada um se sente mais atraído. Na manhã desta quarta (14), Sabrina e o diretor David Felden responderam a questão dos jornalistas em uma coletiva virtual. A japa se divertiu ao imaginar ter que lidar com sete clones do marido Duda Nagle: "Um Duda, se eu mostrar o banheiro que ele saiu agora, entendeu? Um já é difícil. Sete... (risos). Bagunça pra caramba. Sete pra quê?".

Com sete clones para cada participante, Sabrina não vê o reality focado na aparência. Para a apresentadora, o Game dos Clones vai além disso: "Essa é a charada. É justamente o oposto. O que vale é a essência, a personalidade. É impressionante. Logo no primeiro episódio, nem sempre o mais bonito... O mais gato foi eliminado".

Além desse spoiler, Sabrina revelou que aconteceu dos próprios clones se pegarem no reality e diz que não se confundiu com eles, apesar de achar que teria essa dificuldade, tanto que pediu à produção para colocar plaquinhas com os nomes em cada. Algo que foi logo superado, segundo a própria, pela personalidade diferente entre eles: "Cada um é de um jeito totalmente diferente. A maior surpresa pra gente é descobrir que cada indivíduo tem suas características. A personalidade é tão diferente, que você não se confunde mais. Características únicas, totalmente diferentes um do outro. Ainda que sejam todos iguais, parecidos, com a mesma roupa".

O diretor David relembrou que os 10 titulares eram surpreendidos a todo tempo, inclusive no início. Ainda que soubessem que fossem participar de um reality de namoro, não sabiam que iam se deparar com sete clones físicos. E afirmou que a versão brasileira manteve a estrutura do formato britânico: "E a gente manteve toda a história. O que a gente fez foi adaptar alguns conceitos, provas e ideias para o público, a brasilidade para o formato. Uma coisa muito importante que trouxemos, todo episódio tem a cara dos personagens, ele é diferente. Você entende o que tá acontecendo no programa de uma forma simples. Se o personagem gosta de dança, temos dança. Se é adrenalina, temos mais adrenalina. É tudo mais personalizado. E a Sabrina se envolve".

Sabrina Sato grava em meio a pandemia da Covid-19

Ele ainda classificou como um desafio gravar o Game dos Clones em meio a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). "Foi um desafio pra todo mundo. A Endemol sempre pensa na equipe, no bem estar da equipe, por isso tivemos normas rígidas e completas para seguir. A produção trabalhou de um jeito diferente. Seguimos as orientações da OMS e tivemos um respaldo do Albert Einstein [hospital de São Paulo] para boas práticas nessa produção. Todo controle era feito pela equipe e participantes. Utilização de máscaras, realização de testes feitos em períodos diferentes. Elenco, equipe sendo testadas diversas vezes. E outra equipe controlando o bem estar de todo mundo. A gente criou um pré-confinamento. Eles já ficavam isolados, completamente isolados antes de entrar na casa. Passaram por uma bateria de testes e depois autorizados a entrar na casa. Eles ficavam isolados, testados, e depois a equipe não parava de ser testada. O controle era total, diariamente".

Sabrina concordou com David e também o agradeceu. Segundo ela, o profissional a deixou à vontade: "Foi uma experiência única para mim. Detesto ficar na minha zona de conforto, e esse pra mim foi um grande desafio. Apresentar esse reality nessa época que estamos vivendo. A Endemol me mostrou esse formato há um ano, na feira em Cannes. Fiquei louca. Já queria fazer ele antes. E agradecer à Amazon, porque fez esse convite, essa união, e deu tudo certo. Não imaginava que fosse me divertir tanto. Vou ser mais feliz ainda assistindo, vendo a repercussão. É um projeto inovador que vai dar muito certo".




Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!