Diferente

Show da Virada terá novo formato na Globo por causa da pandemia de Covid-19

Especial terá algumas apresentações remotas

Show da Virada terá novo formato na Globo por causa da pandemia de Covid-19
Show da Virada terá em 2020 - Foto: Reprodução/Globo

Publicado em 28/09/2020 às 09:30:00 ,
atualizado em 28/09/2020 às 10:06:23

Por: Redação NT

A Globo fará mais um Show da Virada, mas adotará um formato diferente por causa da pandemia de Covid-19. Prevista para ocorrer em novembro, as gravações não vão ter plateia e algumas apresentações ocorrerão como live, experiência que a emissora já teve com os especiais Em Casa. O canal já criou um protocolo de segurança para evitar o contágio do novo coronavírus.

De acordo com informações publicadas nesta segunda-feira (28) pelo colunista Flávio Ricco, a emissora começou a convidar os artistas que estarão presentes no evento especial de fim de ano. A direção tem explicado que não terá filmagens externas e precisará de uma divisão dos trabalhos.

Alguns artistas vão gravar suas apresentações nos Estúdios Globo, mas com o menor número possível de pessoas. Já outros cantores e bandas farão live, recurso que fez muito sucesso no início da pandemia causada pela Covid-19.

A Globo criou um protocolo de segurança para evitar o contágio do novo coronavírus. Procurada pelo NaTelinha, a assessoria de comunicação da Globo não se pronunciou até o fechamento da matéria. Caso haja resposta, o texto será atualizado.

O Show da Virada surgiu em 1998, substituindo o Réveillons do Faustão (1991-1997), e se tornou um sucesso da emissora. Sempre na noite do dia 31 de dezembro, a Globo transmite shows de artistas brasileiros - pré-gravado e editado antes de ir ao ar - com a presença de pessoas na plateia vestidas de branco.

Globo e as lives

Com o começo da pandemia do novo coronavírus, muitos artistas ficaram proibidos de fazerem shows presenciais e usaram das lives para poderem arrecadar. Marília Mendonça conseguiu ter o maior número de visualizações simultâneos de uma apresentação no YouTube e ocorrerão grandes polêmicas com os shows virtuais.

A Globo também pegou carona do sucesso dos números musicais feitos de maneira remota. A emissora criou o programa Em Casa e inaugurou a atração com Ivete Sangalo. Com a boa audiência e repercussão, o canal contou com novas edições com Alok, Luan Santana e Roberto Carlos.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!