Reportar erro
Memória

Há 25 anos, final com Corinthians rendeu a segunda maior audiência na história do SBT

Ibope só foi superado em 2001 com a Casa dos Artistas

Elenco do Corinthians ergue a taça da Copa do Brasil de 1995, transmitida com exclusividade pelo SBT
Elenco do Corinthians ergue a taça da Copa do Brasil de 1995, transmitida com exclusividade pelo SBT (Foto: Edison Vara/Reprodução/Corinthians)
Paulo Pacheco

Publicado em 14/07/2020 às 19:16:45

O anúncio da transmissão do Fla-Flu, final do Campeonato Carioca, pelo SBT causou comoção nas redes sociais. Mesmo sem tradição esportiva, a emissora marcou gerações pelas transmissões de Copa do Mundo, Jogos Olímpicos, Fórmula Indy e competições exclusivas. Uma delas rendeu à rede de Silvio Santos a segunda maior audiência de sua história.

O ano é 1995. Empolgadas com o tetracampeonato mundial, conquistado pela seleção brasileira um ano antes, as emissoras correram atrás de campeonatos para transmitir. O SBT comprou os direitos da Copa do Brasil, que pertenciam à Manchete, e logo viu seus índices de audiência explodirem.

A vitória do Flamengo sobre o Gama, em 5 de abril, alcançou picos de 20 pontos no Rio de Janeiro e encostou na Globo. Preocupada, a emissora atrasou a exibição da novela A Próxima Vítima em quase uma hora para evitar um prejuízo ainda maior em sua audiência, estratégia semelhante que será adotada nesta quarta, quando a rede carioca exibirá o filme Jumanji: Bem-Vindo à Selva com meia hora de atraso, segundo a programação oficial.

SBT marca 42 pontos de audiência 

O estrago maior para a Globo ainda estava por vir. Para sorte do SBT, o Corinthians, clube de maior torcida em São Paulo, chegou à final da Copa do Brasil, contra o Grêmio. O Ibope da emissora, que já havia crescido às quartas-feiras em função do futebol, estourou no segundo jogo da decisão, em Porto Alegre.

Segundo dados consolidados, a vitória do Corinthians por 1 a 0, com gol de Marcelinho Carioca e narração de Luiz Alfredo, registrou 42 pontos de audiência, contra apenas 24 da Globo. A final da Copa do Brasil, em 21 de junho de 1995 entrou para a história do SBT por ter marcado o maior ibope da sua existência até então.

Para se ter ideia do feito da transmissão de futebol, a audiência mais elevada da rede de Silvio havia sido registrada em 1985: 40 pontos com a série Pássaros Feridos, exibida rigorosamente após a novela Roque Santeiro, da Globo. Com a conquista do Corinthians, o SBT bateu a Globo em dias de semana (antes, costumava liderar o Ibope somente aos domingos).

O recorde da Copa do Brasil foi quebrado apenas em 16 de dezembro de 2001, com a final da primeira edição da Casa dos Artistas, vencida pela atriz Bárbara Paz (47 pontos).

O público tem ótimas recordações das transmissões esportivas do SBT. A rede de Silvio Santos também, por isso tem altas expectativas para a final do Campeonato Carioca, tanto que tirou do ar suas principais audiências diárias (Roda a Roda e as novelas Chiquititas e Cúmplices de Um Resgate) para exibir o Fla-Flu. A emissora também convidou Téo José, seu ex-narrador, para trabalhar na decisão, com os comentárois de Athirson, ex-jogador do Flamengo, e Carlos Alberto, do Fluminense. Zico e Rivellino, ídolos máximos dos respectivos clubes, entrarão no intervalo por videoconferência.

O clima de nostalgia está garantido.

Mais Notícias