Exclusivo

Salário e rejuvenescimento podem ter causado saída de Reginaldo Leme da Globo

Jornalista trabalhava há 40 anos na emissora

Salário e rejuvenescimento podem ter causado saída de Reginaldo Leme da Globo
Jornalista Reginaldo Leme - Foto: Reprodução

Publicado em 08/12/2019 às 08:09:00

Por: Naian Lucas

Reginaldo Leme não faz mais parte do casting da Globo e sua saída não surpreendeu a direção da emissora. Isso porque existe um desejo por parte do setor de esporte de rejuvenescer a Fórmula 1 e também porque muitos profissionais, principalmente os que estão há mais tempo no canal, não estão reagindo muito bem com a mudança de contrato de PJ (Pessoa Jurídica) para CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

Segundo apurou o NaTelinha, Reginaldo foi chamado para falar sobre a alteração do contrato e o jornalista não teria concordado com o novo método. A diminuição de salário seria grande e Leme não estaria disposto a continuar com a mesma carga de trabalho ganhando menos.

A direção da Globo teria tentado convencê-lo a continuar, explicando que ele poderia fazer propagandas, algo permitido aos profissionais de esporte. Porém, Galvão Bueno, o principal nome esportivo do país, não conseguiu contratos de publicidades e Leme pode ter entendido que não receberia propostas para participar de comerciais.

Sem chegar em um acordo, Reginaldo teria sido convencido por amigos e familiares a diminuir o ritmo. Com 74 anos, o jornalista poderia aproveitar mais a família, momentos de descanso e ainda trilhar novos caminhos profissionais, como palestras e participações especiais em outros canais.

Para amigos próximos, Leme estaria dizendo que não pretende se aposentar e quer continuar no universo da Fórmula 1. Não se sabe se na Globo, com projetos em plataformas da TV paga ou no portal de notícias da emissora, ou em outras empresas.

Sem Reginaldo, o canal estuda se mantém Felipe Giaffone como o substituto do jornalista – o comentarista trabalhou na transmissão do Grande Prêmio de Abu Dhabi, o último da temporada 2019 – ou se contrata um novo nome para ocupar o cargo.

Procurada pelo NaTelinha, a Globo não se manifestou até o momento. Caso responda, a matéria será atualizada.

Reginaldo Leme e sua carreira

O jornalista de 74 anos cobre Fórmula 1 desde a década de 70, tendo participado de oito conquistas de títulos mundiais de pilotos brasileiros – Ayrton Senna, Nelson Piquet e Emerson Fittipaldi - além de feito a cobertura de mais de 450 Grandes Prêmios.

Seu início na TV foi ao lado de Luciano do Valle, mas ficou marcado pela sua parceria com Galvão Bueno. Leme também já dividiu espaço nas coberturas automobilísticas com Cléber Machado, Oliveira Andrade, Luís Roberto e Luís Alfredo.

Além da Fórmula 1, Reginaldo era figurinha carimbada na Stock Car, trabalhando com o narrador Sérgio Maurício.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!