Reformas de casa

Construindo um Sonho recolocou Gugu na guerra de audiência contra a Globo

Gugu deu guinada na carreira reformado casas na TV

Construindo um Sonho recolocou Gugu na guerra de audiência contra a Globo
Divulgação/SBT

Publicado em 28/11/2019 às 04:57:55

Por: Sandro Nascimento

Quando aceitou a proposta milionária da Record, em junho de 2009, Gugu Liberato havia retomado no SBT sua guerra pela audiência com a Globo. Após o caso do PCC, que atrapalhou o desempenho no Ibope do Domingo Legal por três anos consecutivos, o apresentador estreou o Construindo um Sonho, que foi responsável pela sua virada na carreira em maio de 2008.

Na estreia do quadro, no dia 04 de maio de 2008, Gugu conquistou 22 minutos de liderança com pico de 25 pontos no período em que foi exibido. De acordo com matéria publicado no jornal Folha de S.Paulo, na época, entre 18h01 e 21h55, o Domingo Legal conquistou média de 16,5 pontos, contra 24 da Globo na Grande São Paulo.

Antes da estreia do Construindo um Sonho, o Domingo Legal encerrava o Programa Silvio Santos e era exibido entre 18h30 e 22h.  Com isso, disputava a audiência no horário com Fausto Silva e parte do Fantástico. Devido ao sucesso do quadro no enfrentamento com a revista eletrônica da Globo, como estratégia de grade, Gugu viu sua atração terminar meia hora mais tarde, indo até as 22h30 na programação do SBT.

Em agosto de 2008, três meses após a estreia, o Construindo um Sonho já alavancava o Ibope do dominical e fazia Gugu bater recorde de audiência no ano.  Exibido das 18h23 às 22h30, o Domingo Legal marcou 19 pontos de média e atingiu pico de 28, garantindo uma hora e meia de liderança para o SBT. No mesmo horário, a Globo marcou 22 de média e a Record, 11.

Gugu na Record

Quando se transferiu para a Record, Gugu não abandonou o sucesso do formato de reformas de casas e o renomeou para Sonhar Mais um Sonho, já que o nome Construindo um Sonho pertencia ao SBT.

Novamente, na nova emissora, o quadro foi responsável por suas maiores médias de audiência na disputa com a Globo. O recorde histórico do Programa do Gugu aconteceu quando foi exibido a entrega da casa do anão Marquinhos, auxiliar de palco de Geraldo Luís no Balanço Geral.

De acordo com a Kantar Ibope SP, no dia 24 de março de 2013, exibido entre 17h55 e 19h49, o Sonhar Mais um Sonho fez Gugu superar a Globo por 18 pontos a 12, com picos de 23. Na época, foi a segunda semana consecutiva que o quadro fazia Gugu ser líder de audiência. No dia 17, das 18h às 19h30, o loiro derrotava a Globo por 16 a 11 pontos no Ibope, enfrentando o Domingão do Faustão.

O Programa do Gugu ficou no ar de 30 de agosto de 2009 a 09 de junho de 2013. Na época, uma crise de relacionamento entre o apresentador e a alta cúpula da Record teria motivado o fim da atração.

"Muita gente tem me perguntado por quê. Porque tinha que ser. Simples assim. Quero agradecer à Record, que sempre disponibilizou uma excelente estrutura; aos colegas com quem convivi e especialmente à minha equipe, que incansavelmente trabalhou para realizar as mais loucas ideias. Vou sentir saudades. Quero agradecer também ao auditório e ao público de casa, que me conhece e me prestigia há mais de 30 anos. Sem vocês eu não seria nada", despediu-se o apresentador, no último Programa do Gugu.

Gugu retornou à emissora dois anos depois, no comando um programa com seu nome nas noites de terça, quarta e quinta.

Relembre Gugu no Construindo um Sonho:

Morte de Gugu

Gugu Liberato sofreu uma queda de uma altura de cerca de quatro metros no último dia 20, quando fazia um reparo no ar-condicionado instalado no sótão da sua casa nos Estados Unidos

Admitido no Orlando Health Medical Center, foi constatada a ausência de atividade cerebral. A morte encefálica foi confirmada pelo Prof. Dr. Guilherme Lepski, neurocirurgião brasileiro chamado pela família, que decidiu seguir um desejo do apresentador e doou seus órgãos que beneficiará cerca de 50 pessoas.

O corpo do comunicador chega ao Brasil nesta quinta-feira (28) e o velório acontecerá na Assembleia Legislativa de São Paulo, sendo aberto ao público. O apresentador deixa três filhos, João Augusto, 17, e as gêmeas Sofia e Maria, de 15.

Melhores do Ano NaTelinha 2019: Vote e eleja os destaques do ano na televisão!


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!