Críticas

Em discurso, Lula ataca Globo, Record e Silvio Santos: "Vergonha"

Ex-presidente ainda lembrou troca de mensagens entre Faustão e Sérgio Moro

Em discurso, Lula ataca Globo, Record e Silvio Santos:
Lula fez duras críticas à imprensa neste sábado (9) (Foto: Ricardo Stuckert/Divulgação)

Publicado em 09/11/2019 às 17:50:00 ,
atualizado em 09/11/2019 às 18:08:55

Por: Walter Felix

O ex-presidente Lula voltou a atacar a Globo em seu segundo discurso após ser solto. A emissora já havia sido alvo do líder petista logo após ele deixar a prisão, na sede da Polícia Federal em Curitiba, na sexta-feira (8). Neste sábado (9), ele também atacou a Record e "a TV do Silvio Santos", o SBT, dizendo que as três emissoras são "uma vergonha".

"Lá em cima tá o helicóptero da Rede Globo de Televisão pra falar m**** outra vez sobre o Lula e sobre nós", disse o ex-presidente no início do ato que reuniu sindicalistas em São Bernardo do Campo (SP). "Até agora, ela (a Globo) não colocou (no ar) uma matéria do The Intercept, que tá denunciando a Lava Jato. A única matéria que ela fez foi pra defender o Faustão, que foi dar aula pro Moro", acusou Lula.

Ele se refere à troca de mensagens entre o apresentador Fausto Silva e o juiz Sérgio Moro, divulgadas pelo site The Intercept, em julho. Nos diálogos, o global deu dicas de comunicação ao magistrado durante o curso da Operação Lavo Jato.

Além de criticar a linha editorial da emissora líder de audiência no país, Lula também atacou brevemente a Record e o SBT. Desde as últimas eleições, as duas emissoras têm contado com a simpatia do presidente Jair Bolsonaro, alvo principal de Lula ao longo do discurso deste sábado.

"Na prisão eu era obrigado a ver TV aberta. A TV do Silvio Santos tá uma vergonha, a Record tá uma vergonha, a Globo continua uma vergonha", afirmou o ex-presidente.

Globo rebate acusações de Lula

Em nota divulgada à imprensa, a Globo respondeu aos ataques de Lula. No comunicado, a emissora sustenta sua imparcialidade e seriedade na cobertura política.

Confira a nota na íntegra:
"A Globo repudia os ataques do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A prova de isenção da emissora é a transmissão do discurso que o ex-presidente fez ontem e hoje. Também é prova de sua isenção ser alvo de ataques dos extremos do espectro político hoje, tão radicalizado. A Globo faz jornalismo sério e continuará a fazer. Sem se intimidar e sem jamais perder a serenidade."

Record e SBT ainda não responderam às críticas do ex-presidente.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!