Reportar erro
Homenagem

Fátima Bernardes usa vestido de Hebe e leva sofá da apresentadora para o "Encontro"

Jornalista homenageou diva da TV e conversou sobre a vida da comunicadora

Fátima Bernardes de Hebe
Fátima Bernardes homenageou Hebe - Foto: Reprodução/Globo
Redação NT

Publicado em 25/09/2019 às 13:20:00

Além de usar o cabelo de Hebe Camargo, Fátima Bernardes usou a roupa da apresentadora nesta manhã desta quarta-feira (25). No “Encontro”, a jornalista surpreendeu os telespectadores e apareceu com um dos vestidos da diva da TV. O modelo extremamente glamouroso era longo com ombreiras.

“Estou mega orgulhosa, feliz e me sentindo”, afirmou Fátima aos seus convidados. A produção do programa aproveitou para mudar o cenário e fazer uma homenagem do local que Hebe trabalhou durante décadas no SBT. O sofá branco, marca registrada da loira, fez parte do espaço.

Andréa Beltrão participou do bate-papo, já que protagonizou o filme da artista, “Hebe – A Estrela do Brasil”, que estreia na próxima quinta-feira (26).

“Quando a roteirista Carolina Kotscho me convidou, fiz um mergulho na história da Hebe e fiquei muito surpresa ao me deparar com o lado B dele: uma mulher com suas angústias, inseguranças, certa solidão, a tristeza que todos nós temos. Isso me tocou muito. Fiquei bastante impressionada”, declarou.

Um pouco antes de colocar o vestido de Hebe, Fátima conversou com Patrícia Poeta e explicou o motivo de estar usando tranças com nó.

“Hoje a gente está com a Andréa [Beltrão] e ela viveu a Hebe nos cinemas, que usava muito esse corte. Então resolvi fazer para entrar no clima”, contou a jornalista, sendo elogiada por Patrícia. “Ficou ótima, Fátima”, declarou a colega de emissora no “Mais Você”.

Filme da Hebe

Fátima Bernardes usa vestido de Hebe e leva sofá da apresentadora para o \"Encontro\"

O longa-metragem mostrará a trajetória da apresentadora ao longo dos seus 83 anos. A artista nunca escondeu suas opiniões, defendendo Paulo Maluf e sendo crítica ferrenha ao Partido dos Trabalhadores.

Contudo, o longa-metragem promete também mostrar uma Hebe que defendia os direitos humanos e as minorias com unhas e dentes. “‘Ah, mas a Hebe é de direita e fica defendendo as bichas’. A Hebe não é de direita, a Hebe não é de esquerda. A Hebe é direta. Eu não defendo só as bichas, eu defendo as bichas, os travestis, os aposentados, os desempregados, eu defendo as mães solteiras, eu defendo os excluídos, eu defendo que eu sinto que precisa, eu defendo o que acho certo, eu defendo o amor, eu defendo o nosso país”, diz a personagem em um trecho da produção.

O filme da Hebe se transformará em minissérie e fará parte da programação da Globo no ano que vem.

Mais Notícias