Homenagem

No "Encontro", Lúcio Mauro Filho se despede de João Carlos Barroso

Ator de "Bom Sucesso" trabalhou com João no "Zorra Total"

No
Lúcio Mauro Filho falou sobre João Carlos Barroso - Foto: Reprodução/Globo

Publicado em 13/08/2019 às 13:50:57

Por: Redação NT

Nesta terça-feira (13), Lúcio Mauro Filho lamentou a morte do ator João Carlos Barroso. O ator foi convidado para participar do “Encontro com Fátima Bernardes” e usou a oportunidade para relembrar trabalhos que fez ao lado do seu antigo colega de emissora.

“Trabalhei muito [com ele]. Muito. Foi meu parceiro no ‘Zorra Total’ durante três anos, sempre fazia meu quadro junto com Jorge Doria e acho que agora o Doria está lá recebendo ele com todo carinho que ele merece”, homenageou o ator que faz parte do elenco de “Bom Sucesso”.

Fátima Bernardes também se posicionou e demonstrou tristeza ao noticiar o falecimento de João. “Foi uma surpresa, porque a idade dele [69 anos], nos dias de hoje, ainda é jovem, né? Mas vai deixar um trabalho que realmente ficará na memória”, comentou.

João Carlos morreu na última segunda-feira (12) e deixou um legado com seu trabalho. A notícia surgiu durante a noite e amigos e familiares confirmaram o falecimento através das redes sociais, prestando homenagens ao artista.

De acordo com informações do seu colega de trabalho, Mário Cardoso, João vinha enfrentando um câncer no pâncreas há um bom tempo, e não resistiu. O amigo se disse triste, mas era o momento de Carlos descansar.

“É com imensa tristeza que recebo esta notícia. Nosso grande amigo. João Carlos Barroso - Barrosinho, colega de profissão e de grandes lutas. Parceiro de futebol dos artistas inúmeras vezes, nos deixou. Meus sentimentos à família", postou na madrugada desta terça (13).

Carreira de João Carlos Barroso

A carreira de João começou muito cedo. Ainda criança, com 11 anos, ele jogava futebol na rua e produtores ficaram encantados com o jeito do menino. Chamaram ele para fazer um teste e logo veio o primeiro trabalho. Em 1961, em “Pedro e Paulo”, Carlos estreou no cinema ao lado de Jardel Filho e Francisco Cuoco.

Seu principal trabalho aconteceu nove anos depois em “Roque Santeiro”, de Dias Gomes e Aguinaldo Silva. Ele interpretou Toninho Jiló e o sucesso foi avassalador, recebendo elogios da crítica especializada da época e também dos telespectadores da novela.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!