Venceu mais uma

Messi pistola e vaga na final: Brasil e Argentina supera novela e lidera Ibope no país

Vitória do time de Tite rendeu a maior audiência do ano no Brasil

Messi pistola e vaga na final: Brasil e Argentina supera novela e lidera Ibope no país
Messi reclamou muito da arbitragem na vitória do Brasil sobre a Argentina pela Copa América. O jogo foi o programa mais visto do ano pelo Brasil

Publicado em 10/07/2019 às 20:55:03

Por: Daniel César

Quando terminou a partida entre Brasil e Argentina pela semifinal da Copa América haviam duas certezas. A primeira é que a seleção brasileira estava classificada para a decisão, a segunda era que Lionel Messi quebrava o padrão de entrevistas calmas e discretas e disparava contra a competição, a organização e insinuava que tudo estava armado para o time da casa ser campeão. Agora houve a terceira certeza: a transmissão da Globo para a partida rendeu a maior audiência do ano em todo o país.

Dados do PNT (Painel Nacional de Televisão) da Kantar Ibope indicam que o cotejo alcançou 43,3 pontos de audiência no Painel. Este é o melhor desempenho de um programa entre todas as emissoras abertas do Brasil, tendo superado inclusive último capítulo de novelas das nove que foram muito bem em audiência, como "O Outro Lado do Paraíso", que ficou com 42,5, ou "A Força do Querer" (42,6).

Para se ter uma ideia do feito da semifinal que reativou a eterna rivalidade entre os países no futebol, a final da Copa América entre Brasil e Peru marcou média de 36,8 pontos, ou seja 17,6% menor que os dados alcançados no jogo que culminou com a vitória da seleção canarinha pelo placar de dois a zero.

Se o jogo teve de tudo, inclusive um Messi alterado reclamando de todas as decisões da arbitragem e, ao final da partida, dando a entender que o Brasil estaria sendo ajudado pela Conmebol para se sagrar campeão dentro de casa, os números de audiência corresponderam à classificação com gols de Gabriel Jesus e Roberto Firmino.

Em termos de praça, a melhor média da Globo durante a transmissão ocorreu em Belém, quando a emissora carioca atingiu 61 pontos. A pior, por outro lado, foi em Belo Horizonte em que os números indicaram média de 38,7. Em alcance de telespectadores, porém, nenhuma praça superou a grande São Paulo, em que a partida alcançou mais de 7 milhões de pessoas. No total, Brasil e Argentina foi vista por mais de 30 milhões de pessoas apenas na Globo. Além da emissora carioca, o SporTV exibiu o cotejo para a TV a Cabo.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!