Repercutiu mal

Apresentador de afiliada do SBT é acusado de racismo: "Se fosse bom, seria Montebranco"

Uma deputada estadual prometeu que irá denunciar a emissora

Apresentador de afiliada do SBT é acusado de racismo:
Stanley Gusman trabalha na TV Alterosa, afiliada do SBT para Minas Gerais

Publicado em 09/07/2019 às 19:29:12 ,
atualizado em 10/07/2019 às 12:40:10

Por: Daniel César

Um comentário em tom jocoso (veja vídeo abaixo) feito por um apresentador no início da tarde desta terça-feira (10) foi interpretado como racismo e pode complicar a vida dele e da TV Alterosa, afiliada do SBT em Minas Gerais. Ao conversar com um repórter, Stanley Gusman tentou zombar do Ibope e acabou falando uma frase que muita gente enxergou como suposto racismo.

"Eu sei quem é o dono do Ibope. É Montenegro, se fosse bom seria Montebranco", comentou Gusman enquanto o repórter fazia expressão de choque no link ao vivo que aparecia no telão. A direção do programa até soltou um "epa", trilha sonora característica desse tipo de programa policialesco quando uma frase ou situação polêmica ocorre.

A deputada estadual por Minas Gerais, Andreia de Jesus, rapidamente divulgou o vídeo em suas redes sociais e prometeu que não deixará isso barato.

"DENÚNCIA: RACISMO NO PROGRAMA ALTEROSA ALERTA. Em 2017, a Record foi notificada pelo Ministério Público Federal após um apresentador chamar a cantora Ludmilla de "macaca" ao vivo no "Balanço Geral". A mesma emissora foi condenada e obrigada a exibir programas educativos sobre religiões de matriz africana, após perder uma ação judicial movida pelo Intecab e pelo @ceert motivada pela veiculação de programas que ofendiam religiões de matriz africana.", iniciou o texto que ilustrava o vídeo.

"Mesmo com esses casos recentes e tantas outras campanhas educativas e oficinas sobre comunicação não-violenta, alguns apresentadores da TV aberta não se sentem constrangidos em fazer comentários racistas ao vivo. Este vídeo é do Alterosa Alerta de hoje, exibido na hora do almoço na TV Alterosa.", continuou a deputada que foi eleita em 2018 pelo PSOL de Minas Gerais.

 "Vamos encaminhar um ofício para que o MPF e a Comissão de Igualdade Racial da OAB MG estejam cientes e possam tomar as devidas providências em relação ao caso. Não passarão!Com filme nacional, Tela Quente tem melhor Ibope do ano no Rio e em São Paulo", concluiu.

A postagem de Andréia rapidamente viralizou e já contava com mais de mil curtidas até a publicação da reportagem. Para se ter uma ideia da diferença, posts anteriores dela contavam sempre entre 100 e 300 curtidas.

O vídeo acabou indo parar no Twitter e muita gente se revoltou com a situação. Em poucos minutos, a postagem contava com mais de 2 mil visualizações na rede social.

O NaTelinha tentou contato com o apresentador por meio de suas redes sociais, mas ele havia desativado seu perfil no Instagram e sua conta no Twitter não é utilizada desde janeiro.

A reportagem também procurou a TV Alterosa, mas ninguém foi localizado para comentar o fato.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!