Justiça

Processo de Datena contra repórter que o acusa de assédio ganha data de audiência

Jornalista está processando ex-funcionária da Band

Processo de Datena contra repórter que o acusa de assédio ganha data de audiência
Datena está processando Bruna Drews por calúnia após ela o acusar de assédio. Audiência já tem data para acontecer. Foto: Reprodução

Publicado em 27/06/2019 às 11:35:03 ,
atualizado em 27/06/2019 às 11:43:11

Por: Daniel César

O caso Datena e Bruna Drews ganhou um novo capítulo nesta semana. É que a Justiça agendou a data para a primeira audiência no processo que o apresentador do "Brasil Urgente" move contra a ex-repórter da atração que o acusa de assédio sexual. Ele está processando a mulher por calúnia e difamação e os dois estarão frente a frente no próximo dia 04 de julho.

Segundo documento do Tribunal de Justiça a que o NaTelinha teve acesso, a audiência está prevista para às 15h30 da próxima quinta-feira na 1ª Vara Criminal do Foro Regional XV de Pinheiros, em São Paulo.

A audiência é o primeiro passo da ação que José Luiz Datena move contra a repórter Bruna Drews. Por se tratar de um processo criminal, não há pedido de indenização e a pena é a detenção que varia entre três meses e um ano, além de multa.

A reportagem falou com um advogado que explicou a situação. Segundo Devanir Morbi, dificilmente há definição na primeira audiência de casos assim e, mesmo após o término do processo, raramente o réu, mesmo condenado, é preso. "Como a pena é menor que um ano, raramente há prisão e a pena é substituída por trabalhos sociais, a menos que o réu não seja mais primário", explicou ele.

Também não é possível afirmar se os dois estarão frente a frente. É que Datena, por ser o requerente do processo, poderá apenas enviar um representante, no caso seu advogado. Neste primeiro momento, a Justiça procura encontrar um acordo entre as partes. Este deverá ser o papel da juíza Daniela de Carvalho Duarte, responsável pelo caso. 

Datena x Bruna Drews

Datena decidiu processar Bruna Drews uma semana depois do site Notícias da TV revelar que a ex-repórter do "Brasil Urgente" e do extinto "Agora é Domingo" o havia acusado de assédio sexual.

Datena fez o anúncio da ação contra Bruna Drews dentro do jornalístico policial. Após ter ficado fora da apresentação no dia em que a informação da acusação vazou, o apresentador retornou e comentou o fato, se mostrando inconformado. A Band demonstrou apoio ao apresentador e, diferentemente de outros casos, optou por mantê-lo a frente do programa. 

Assédio na televisão

Acusações de assédio na televisão se tornaram comuns nos últimos anos. José Mayer foi acusado de assédio pouco depois do término de "A Lei do Amor" (2016), e chegou a enviar uma carta pedindo desculpas por conta de sua postura com as mulheres, visto que a acusação ganhou grande dimensão e apoio de dezenas de atrizes globais. Ele acabou demitido da Globo.

Caio Blat também chegou a sofrer com a situação. A mídia divulgou recentemente que o ator teria sido acusado de assédio. O ator negou a informação e garantiu que não houve nenhuma acusação contra ele.

A Record afastou o repórter Gérson de Souza que também recebeu o mesmo tipo de acusação de várias colegas de trabalho. Thatiana Brasil, quando entrevistada, negou que tivesse sido assediada pelo ex-colega de "Domingo Espetacular". Ele segue afastado.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!