Prefeito?

Datena pode ser candidato a prefeito pelo partido de Bolsonaro

Ele abriu conversas e pode voltar à política

Datena pode ser candidato a prefeito pelo partido de Bolsonaro
Datena negocia ser candidato a prefeito pelo grupo de Bolsonaro. Foto: Divulgação

Daniel César
i

Daniel César

Daniel César é jornalista formado, pós-graduado em linguística e em roteiro de televisão, com mestrado em Literatura. Trabalha com o universo da televisão desde 2010 e já fez cursos de dramaturgia com nomes como Carlos Lombardi e Thelma Guedes.

Publicado em 02/05/2019 às 09:07:55 Atualizado em 02/05/2019 às 09:31:33 com Naian Lucas

O apresentador José Luis Datena está flertando com a possibilidade de lançar candidatura à prefeitura de São Paulo no ano que vem. E as conversas estão abertas para que ele concorra pelo partido de Bolsonaro.

Segundo o jornal Folha de São Paulo, Datena estaria conversando com o PSL (Partido Social Liberal) a fim de negociar sua possível candidatura. A sigla gostaria de contar com o nome do apresentador do “Brasil Urgente” como possível candidato.

O NaTelinha apurou, no entanto, que há entreveros para solidificar o possível lançamento da candidatura. Um deles é que o PSL de São Paulo vive um momento de racha e disputa de poder.

Um dos grupos gostaria de ver a deputada estadual Janaína Paschoal como representante da sigla para a disputa em São Paulo. Em contrapartida, os mais radicais e adeptos ao bolsonarismo defendem que a candidata deve ser a deputada federal Joice Hasselmann, que é líder do governo no Congresso.

Datena seria uma terceira via e conta com o apoio do senador Major Olímpio e também de seu amigo pessoal, o também Senador, Jorge Kajuru. Membros do partido acreditam que, por ser popular, o apresentador poderia unir todos os grupos em prol de uma vitória para controlar a maior cidade do país.

Essa não é a primeira vez que o nome dele aparece para a corrida eleitoral. Em 2016, Datena chegou a se afastar de suas funções na Band para lançar candidatura ao senado pelo DEM (Democratas). Porém, poucos dias depois de lançar a campanha, ele desistiu e optou por retornar ao comando do “Brasil Urgente”.

Datena tem contado com relativa proximidade com o presidente. Ele foi o primeiro a entrevistar Bolsonaro durante campanha quando, ainda candidato, sofreu um atentado a facada.

Já presidente, Bolsonaro voltou a falar com Datena de forma exclusiva no mês de março. Nesta semana, o presidente voltou a falar no “Brasil Urgente” e negar a possibilidade de se criar um novo imposto no Brasil.

A decisão sobre a possível candidatura de Datena não é tão imediata. Com as novas leis eleitorais, o apresentador terá até o início de agosto do ano que vem para oficializar sua decisão. Até lá, muita coisa deve acontecer.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!