Exclusivo

Neta de Janete Clair, Renata Dias Gomes fala da avó: “A maior novelista do país”

Neta de Janete Clair, Renata Dias Gomes fala da avó: “A maior novelista do país”
Divulgação

Daniel César
i

Daniel César

Daniel César é jornalista formado, pós-graduado em linguística e em roteiro de televisão, com mestrado em Literatura. Trabalha com o universo da televisão desde 2010 e já fez cursos de dramaturgia com nomes como Carlos Lombardi e Thelma Guedes.

Publicado em 25/04/2019 às 17:46:56 Atualizado em 25/04/2019 às 19:23:39

A roteirista Renata Dias Gomes está começando a trilhar a carreira na dramaturgia e com grande responsabilidade. É que ela é neta de Dias Gomes e Janete Clair.

A autora, se viva estivesse, completaria 94 anos nesta quinta-feira (25). O NaTelinha falou com Renata sobre a avó numa entrevista emocionante.

Confira:

NaTelinha - Defina a Janete Clair pra você.

Renata Dias Gomes - Minha avó é meu amor maior. Minha paixão e minha inspiração pra vida. Muitas vezes eu acordei e saí da cama pensando nela, por ela, pra ela. Janete Clair é a maior autora que o país já teve. 

NaTelinha - Entre as obras da sua avó, quais suas prediletas e por que?

Renata Dias Gomes - É muito difícil escolher uma obra preferida porque eu não vivi a época dela e conheço mais o texto do que a obra pronta e numa novela isso faz toda diferença. Mas se preciso escolher, Irmãos Coragem é uma obra pela qual tenho um carinho especial por ter sido a primeira que tive contato com o texto. Também escolho Pecado Capital por ter sido uma novela que marcou uma virada na carreira dela e tem uma das premissas mais geniais da história.

Minha avó criou a telenovela brasileira como conhecemos hoje. A carpintaria do capítulo como peça completa , os ganchos a cada bloco , a histórias paralelas, tudo isso veio a partir de Janete Clair

Renata Dias Gomes

NaTelinha - Você, como roteirista, já pensou em reescrever alguma obra de sua avó? Quais?

Renata Dias Gomes - Não teria essa audácia. Minha avó deixou um livro que ela diz que é sua única obra que não daria uma novela, mas uma minissérie. Talvez esse eu curtisse adaptar porque ela não chegou a fazer. Ainda assim tenho um receio grande de encarar um desafio desse tamanho. Janete Clair é única.

NaTelinha - Como é fazer parte da família Janete Clair?

Renata Dias Gomes - É ter a melhor avó do mundo! Minha avó morreu quando eu tinha dois meses, mas já vinha doente há muito tempo. No ano em que eu nasci ela estava já no último estágio do câncer e fez questão de cumprir duas missões antes de morrer: estrear a novela Eu Prometo e conhecer a neta. Não conheço amor maior. Dedico a minha vida a honrar essa mulher que fez isso por mim e me permitiu receber seu abraço.

NaTelinha - O que você aprendeu com as obras da sua avó?

Renata Dias Gomes - Eu tinha 13 anos quando as obras da minha avó foram parar na minha casa. Eram caixas e caixas de texto em datilografado ou mimeografado. Como as caixas não podiam ficar no meio da sala era preciso organizar pra guardar. Pra organizar eu tinha que abrir os papéis grampeados capítulo a capítulo e conferir o que tinha em cada caixa. Dava pra fazer isso olhando a capa e o final pra ter uma vaga noção do que tinha ali e catalogar. Mas era impossível parar de ler! Uma breve olhada num capítulo levava ao próximo e ao próximo e quando via estava presa aquela novela. As obras da minha avó me fisgaram como leitora. Aprendi com ela que é assim que você ganha o público: pela emoção.

NaTelinha - Há pressão por ser neta de Janete Clair?

Renata Dias Gomes - Não sei ainda. Como estou construindo minha carreira aos pouquinhos, ainda não sinto essa pressão externa. Eu mesma me cobro muito porque quero honrar a minha avó. Comparar com ela é impossível! Minha avó foi a maior de todos nós. Impossível qualquer comparação , ainda mais comigo que estou começando a carreira e ainda não tenho um trabalho autoral . Quando esse trabalho autoral começar a saltar pode ser que surja uma pressão externa. Estarei mentindo se disser que estou preparada pra ela. Mas quero encarar.

NaTelinha - Como você enxerga o legado dela?

Renata Dias Gomes - Minha avó criou a telenovela brasileira como conhecemos hoje. A carpintaria do capítulo como peça completa , os ganchos a cada bloco , a histórias paralelas, tudo isso veio a partir de Janete Clair. Ela formou ainda vários autores que continuaram replicando seu legado. Se hoje a novela brasileira é o sucesso que é , devemos a Janete Clair. Além disso ela tinha como bandeira levar a frente a imagem da mulher forte - a mulher que ela sempre foi - e continuamos ainda precisando bastante disso!

NaTelinha - É possível identificar o tamanho da sua avó sendo da família?

Renata Dias Gomes - Cresci ouvindo meu pai contar histórias sobre a grande mulher e autora que ela foi. Depois já mais velha me interessava por qualquer pessoa que pudesse me contar histórias sobre ela e até hoje encontro quem se emocione ao contar como as histórias que ela contava impactavam suas vidas. Pra mim ela é a maior de todas!

NaTelinha - O que Renata Dias Gomes, roteirista, perguntaria para Janete Clair, se pudesse?

Renata Dias Gomes - Difícil essa pergunta . Na verdade tudo que eu queria era um abraço.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!