Reportar
erro
Polêmica

Leo Dias implora para SBT exibir entrevista com Dado Dolabella


Advogada de Dado Dolabella vetou entrevista no SBT
Divulgação/ TV Globo
Por Redação NT

Publicado em 28/01/2019 às 20:20:00

Dado Dolabella concedeu uma entrevista exclusiva para Gabriel Cartolano, do programa "Fofocalizando", do SBT. Entretanto, a advogada do ator entrou em contato com a produção para que a edição não fosse exibida.

De acordo com a defesa, Gabriel Cartolano levantou assuntos antigos e prejudiciais à imagem de Dado Dolabella.

No Twitter, Leo Dias se revoltou com a decisão do SBT em acatar o pedido da advogada e não exibir a entrevista por completo, onde.o ator teria justificado o fato de ter batido em Luana Piovani quando ambos namoravam, em 2008.

"O que o Dado fez com o 'Fofocalizando' e com o SBT é uma vergonha. Liguei para Luana para comentar e ela parecia não acreditar nas baboseiras que ele falou na entrevista. Se a Justiça brasileira soubesse o que ele fala dela na entrevista... meu Deus! De que adianta ser vegano se não tem a menor consideração pelo ser humano, bradou Leo Dias.

O jornalista também falou sobre o caso no Instagram: "Meu colega Gabriel Cartolano entrevistou Dado Dolabella na última sexta-feira e arrancou dele declarações chocantes sobre todos os crimes aos quais ele foi condenado, entre eles as agressões às exs mulheres Luana Piovani e Viviane Sarahyba. (Vale lembrar ainda que Dado foi demitido da Record após agredir um funcionário da emissora.) A entrevista foi previamente marcada e Dado em nenhum momento foi coagido a falar. Enfim, no dia seguinte, a advogada de Dolabella (isso mesmo, uma mulher) entrou com uma ordem extra judicial solicitando a não exibição da reportagem. E assim foi feito".

"Eu tive acesso ao que Dado falou na entrevista e fiquei estarrecido. Num momento em que o Brasil discute o feminicídio e exige penas maiores aos agressores de mulheres, é muito triste ver homens como ele encontrando justificativas para agredir uma mulher. Até quando? Podemos até ser um programa de fofoca, mas nosso público é majoritariamente feminino. Vivemos numa sociedade conservadora em que homens agridem mulheres sob a justificativa da defesa da honra. Isso tem que acabar. E o papel dos meios de comunicação também é esse. Faço aqui o meu apelo pessoal para que esta entrevista vá ao ar. E que, através dela, possamos evoluir como sociedade em que homens agressores não tenham mais espaço na nossa sociedade. Vale ressaltar que esta é uma opinião minha e nada tem a ver com a emissora. Sem mais, Léo Dias", finalizou.

Leo Dias implora para SBT exibir entrevista com Dado Dolabella

Mais Notícias