Reportar erro
Nota de pesar

Diretoria do SBT e Silvio Santos lamentam a morte de Wagner Montes

Wagner Montes faleceu na manhã deste sábado (26), aos 64 anos

Wagner Montes no Show de Calouros
Fotos: Divulgação/SBT
Fabrício Falcheti, com Sandro Nascimento

Publicado em 26/01/2019 às 18:48:19

No final da tarde deste sábado (26), o SBT emitiu nota de pesar sobre a morte do apresentador Wagner Montes, que aconteceu durante a manhã.

"O SBT lamenta profundamente a perda de Wagner Montes. O jornalista e deputado fez parte da história da emissora e do Brasil. A diretoria e o acionista Silvio Santos prestam solidariedade aos amigos e desejam que Deus conforte sua família".

Na televisão, Wagner Montes começou na extinta TV Tupi, em 1979, apresentando o "Aqui Agora", que tinha um formato que em nada se parecia com o programa que o SBT estrearia anos depois.

A Tupi faliu e Silvio Santos levou toda a equipe do programa para a sua recém emissora, a TVS. No canal, Wagner apresentou "O Povo na TV" tendo na direção Wilton Franco. Assim, iniciou sua relação quase familiar com o dono do SBT.

Diretoria do SBT e Silvio Santos lamentam a morte de Wagner Montes

Com Silvio Santos, foi jurado no "Show de Calouros", repórter do policial "Aqui Agora", comandou o "Clube dos Artistas", "Jornal Policial" "Musicdisc" e "Musicamp" ao lado da sua esposa Sônia Lima.

Essa forte relação entre Silvio Santos e Wagner Montes foi exemplificada quando o então galã da emissora sofreu um acidente com um triciclo, no dia 22 de novembro de 1981, na zona Sul do Rio, e precisou amputar a perna direita.

Em entrevistas na época, Wagner contou, emocionado, que o homem do Baú trouxe da Alemanha o especialista Hanz Weiser, que lhe fez uma perna provisória e em três meses teria a definitiva. Tudo pago por Silvio.

"Ele telefonou para o hospital a noite toda, até conseguir falar com alguém. Ele falou com o meu pai e pediu para avisar que tudo que eu precisasse, inclusive a prótese mais moderna possível, seria pago por ele. E assim foi feito”, lembrou em entrevista ao quadro "Resta Um", do extinto programa "CQC", da Band, em 2011.

Diretoria do SBT e Silvio Santos lamentam a morte de Wagner Montes

Depois de fazer história no SBT, passou por outros canais até chegar em 2003 na Record TV, onde revolucionou a linguagem na comunicação de programas locais.

Mais cedo, a emissora de Edir Macedo também emitiu nota lamentando a perda: "A Record TV lamenta o falecimento do nosso querido amigo e apresentador Wagner Montes neste sábado, 26 de janeiro de 2019. Conhecido pela irreverência e luta social que marcou seu trabalho ao longo de 35 anos como jornalista de TV, Wagner Montes foi um campeão de audiência e um dos apresentadores de maior sucesso na televisão brasileira. Expressamos nossas condolências aos familiares, amigos e admiradores do trabalho deste profissional que ajudou a escrever a história da televisão brasileira".

Wagner Montes morreu aos 64 anos, vítima de choque séptico e sepse abdominal. Ele deixa a mulher, Sônia Lima, e os filhos Wagner Montes Filho e Diego Montez.

O corpo do apresentador e deputado está sendo velado neste sábado no saguão do Palácio Tiradentes (Alerj), aberto para o público, das 18h às 22h, e amanhã (27) das 8h às 13h.

Após o velório, seguirá para o crematório do cemitério do Caju, onde acontecerá a cerimônia de despedida fechada para a família e amigos próximos.

Mais Notícias