60 anos de Bussunda

Só Zico foi capaz de frear Bussunda; entenda o motivo

Nos 60 anos de Bussunda, relembre uma história de um dos titulares do Casseta & Planeta Urgente


Bussunda em episódio da série Meu Amigo Bussunda
Bussunda em episódio da série Meu Amigo Bussunda; comediante faria 60 anos neste sábado (25) - Foto: Reprodução/Globoplay

Humorado, divertido e sem preocupações, Bussunda (1962-2006) nunca tinha mostrado para os amigos e colegas de trabalho sua faceta ansiosa. Isso, no entanto, aconteceu pela primeira vez na cobertura do Carnaval do Rio de Janeiro, em 1990. Na ocasião, o craque do Flamengo, Zico, participava da folia e foi um dos convidados para ser entrevistado pelo grupo de humor. Porém, o comediante se negou a fazer tal bate-papo: ele era flamenguista doente e, por isso, "amarelou" na hora de conversar com o ídolo.

Essas e outras revelações estão na minissérie Meu Amigo Bussunda (2020), disponível no Globoplay. Dirigido por Claudio Manoel, integrante do grupo de humor e amigo de infância do comediante, o título visita a vida do carioca com depoimentos de amigos, colegas, familiares e participações em programas de televisão, como: TV Pirata (1988-1992), Dóris para Maiores (1991) e Casseta & Planeta Urgente (1992-2010). 

"Um dos entrevistados foi o Zico, aí todo mundo falou: Bussunda, você vai entrevistá-lo. E ele, que nunca amarelou com ninguém, amarelou com seu maior ídolo", contou Beto Silva, no segundo episódio do documentário. No lugar do comediante, Claudio Manoel topou falar com o craque do Flamengo. O próprio ex-jogador de futebol também foi entrevistado no título e deu um depoimento sobre sua impressão do fã: "Ele era um gênio do humor, um cara fora do comum que conseguia pegar vários traços e que conseguia transformar aquilo numa alegria. Ele tinha uma empatia muito grande", disse. 

Só Zico foi capaz de frear Bussunda; entenda o motivo

Zico já "puxou a orelha" de Bussunda no passado 

Oito anos depois, Zico ficou chateado com uma opinião de Bussunda. Na época, o humorista era cronista esportivo e escreveu em um artigo que o ex-jogador foi o responsável pelo corte de Romário à Copa do Mundo de 1998. "Ele escreveu uma coisa e Zico o chamou na xinxa. O Bussunda ficou muito mal porque ele era muito fã dele", contou Claudio Manoel.

"Ele tinha ficado puto porque o Romário foi cortado [da Seleção] e, ao mesmo tempo, tinha ficado puto porque o Zico tinha sido responsável. Ele depois reclamou", relembrou Hubert Aranha, outro integrante do Casseta & Planeta. 

"Fiquei muito chateado. Só fiquei porque ser quem ele era e o relacionamento que a gente tinha. Mas depois dali, acabou [a briga]", explicou o ex-Flamengo, no documentário. Mesmo assim, Claudio Manoel assegurou que Bussunda ficou bastante chateado com a conversa. "Quando ele foi embora, parecia que ele tinha três anos de idade. Ficou tão pequenino", finalizou o diretor. 

Apesar do susto, Bussunda não se intimidou com a história por muito tempo. Ele, inclusive, aproveitou a mesma copa do mundo para engatar uma nova zoeira. O humorista fez questão de parodiar a convulsão de Ronaldo Fenômeno na final do campeonato em uma esquete. 

Participe do nosso grupo e receba as notícias mais quentes do momento.

Ao entrar você está ciente e de acordo com os termos de uso e privacidade do Telegram.

Participe do grupo
Mais Notícias