Reportar erro
Declaração

Filho de Roberto Bolaños lamenta Chaves fora do ar e faz promessa aos fãs

Executivo trabalha para que atração volte ao ar

Roberto Bolaños como Chaves
Chaves está fora do ar - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 20/05/2021 às 17:44:00

Roberto Gómez Fernández, filho de Roberto Bolaños, participou de uma live no Instagram e contou que está trabalhando para que as séries Chaves e Chapolin voltem a ser exibidos na TV e plataformas de streaming do mundo todo. O executivo pediu paciência aos fãs da produção e que têm a expectativa que em breve as atrações vão estar disponíveis ao público.

"Eu não posso dormir tranquilo até que volte ao ar. Para mim, é uma prioridade. Espero que esteja de volta logo. Às vezes se tomam decisões em circunstâncias complicadas. E foi o que aconteceu”, contou o responsável por cuidar das histórias criadas pelo Chespirito.

“Uma cadeia de circunstâncias de pessoas envolvidas, eu me incluo, que tomaram decisões que levaram a isso. Tenho que fazer até o impossível para que retorne. E logo voltará. Peço um pouco de paciência, mas posso dizer com certeza que as séries voltarão. E espero que seja logo”, acrescentou ele.

Com a decisão de Roberto, Chaves e Chapolin precisaram sair do ar em dezenas de países, inclusive no Brasil. Ao longo de 36 anos, as produções eram consideradas verdadeiros “curingas” da programação do canal, recuperando a audiência de horários problemáticos.

Confira a live na íntegra abaixo:

Chaves fora do ar

Filho de Roberto Bolaños lamenta Chaves fora do ar e faz promessa aos fãs

Os mais de 1.200 episódios de Chaves, Chapolin e do programa Chespirito pertenciam à Televisa há 45 anos, quando se fundiu ao canal 8 (TV Tim), que transmitia as séries (daí vem o nome original de Chaves, El Chavo del Ocho). Um acordo entre Bolaños e a gigante da comunicação latina revelou que esta parceria aparentemente eterna teria prazo de validade.

"Roberto Gómez Bolaños tinha apalavrado um contrato de usufruto dos personagens e de sua criação literária até 30 de julho deste ano, quase seis anos depois de sua morte. E não renovaram os direitos, a Televisa não quis pagar", disse Edgar Vivar, intérprete do Sr. Barriga.

Em outras palavras, Bolaños estipulou uma data limite para a Televisa, produtora de seus humorísticos durante duas décadas, continuar lucrando com as reprises e exportações de Chaves. Se a rede quisesse as séries por mais tempo, teria que negociar com ele ou com seus herdeiros.

Na época, o NaTelinha apurou que a Televisa tentou reverter o acordo firmado no passado com o criador de Chaves, e avisou ao SBT e a outros canais que exibem o programa sobre a data limite. A rede, entretanto, não obteve êxito na renovação do acordo e perdeu os direitos sobre o humorístico.



Mais Notícias