Produção original

"Ala Leste": Prime Box Brazil lança sitcom original brasileira

Nova sitcom estreia na próxima quarta-feira (02)

"Ala Leste" estreia amanhã na Prime Box Brazil. Foto: Divulgação

Publicado em 01/10/2019 às 20:15:02

Por: Redação NT

O Brasil segue investindo no formato de séries e nesta quarta-feira (02) é a vez de estrear "Ala Leste", nova produção original do Prime Box. Com nomes como Carla Marins e Marcos Breda, a produção conta com a direção e roteiro do cineasta Luis Antônio Pereira.

"Ala Leste" acompanha a história de Karla Munhael (Carla Marins) que é recepcionista do Hospital Geral do Rio de Janeiro; uma verdadeira “espelunca” da rede pública Carioca. Ela é quem manda na emergência! É a autoridade máxima ali. Ninguém se mete com ela, se não ela desce o barraco. Ela manda mais do que o diretor geral e médico, doutor Muza (Marcos Breda), mais do que a enfermeira-chefe Sulamita (Gabriela Durlo), mais do que a filha do prefeito, Suzana Mães (Mariana Cortines). Nada funciona ali, se não passar pela aprovação de dona Karla.

Com um estilo bem humorado, a história ainda mostrará o enfermeiro Xangrilá (Charles Daves), que não faz absolutamente nada e só está ali para se divertir com seus companheiros de trabalho com danças e musicas folclóricas. Situações inesperadas, inusitadas, e até, surreais, são a marca dentro desta emergência; a maioria inspirada em fatos reais. Todos setores do hospital são comandados por Karla, como: o esquema da venda de drogas e muambas Chinesas, controladas pelo motorista da ambulância; Zé do Queijo (Ernesto Piccolo); a Irmã Maria de Lourdes (Renata Pirillo), que se encarrega da extrema-unção dos moribundos, e também das comissões funerárias e vendas de órgãos.

O nome da série se dá porque é na ala leste do Hospital que Karla Munhael manda os pacientes, quando ela está sem paciência, ou quando ela quer, simplesmente, fechar a emergência para tirar um cochilo. Os pacientes são tratados de forma mal humorada, descaso e com muita grosseria; a realidade da saúde Carioca.

Mesmo se tratando de uma sitcom, a proposta da série é a de mostrar crítica social e política, se baseando em casos reais para acompanhar o cotidiano do hospital no Rio.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!