Reportar erro
Vem aí

Globoplay anuncia data de estreia de Roque Santeiro no streaming

Folhetim é o maior sucesso de audiência da Globo

Roque Santeiro estará no Globoplay
Roque Santeiro estará no Globoplay - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 09/06/2021 às 16:21:00

Nesta quarta-feira (9), o Globoplay anunciou no Twitter que Roque Santeiro (1985) entrará no catálogo da plataforma no dia 21 de junho. A novela é considerada uma das obras mais icônicas da teledramaturgia nacional, sendo responsável pela maior média de audiência de um folhetim da Globo na faixa das 21h.

O enredo se passa em Asa Branca, uma cidade fictícia cheia de fantasia. Lá, todos acreditam nos supostos milagres de um santo, Roque Santeiro (José Wilker), um mártir que teria morrido defendendo Asa Branca do criminoso Navalhada (Oswaldo Loureiro). Mas a história passa a correr risco 17 anos depois, quando Roque reaparece ameaçando o poder alcançado pelas autoridades locais, que alimentaram o mito da sua santidade.

O padre Hipólito (Paulo Gracindo), o prefeito Florindo Abelha (Ary Fontoura), o fazendeiro Sinhozinho Malta (Lima Duarte) e a fogosa viúva Porcina (Regina Duarte), que mentiu ao falar que era noiva de Roque Santeiro, ficam preocupados com o retorno do falso santo. A partir daí, muitas confusões ocorrem na produção.

A novela foi um verdadeiro fenômeno, alcançando uma audiência de 62,3 de média geral, o melhor resultado de uma produção no horário das 21h. Viúva Porcina e Sinhozinho Malta se tornaram mania nacional, sendo lembrados até hoje pelo público.

Roque Santeiro e os clássicos no Globoplay

Em maio do ano passado, o Globoplay colocou em seu catálogo todos os capítulos de A Favorita (2008-2009) e anunciou que passaria a incluir na plataforma, a cada duas semanas, folhetins que fizeram sucesso na TV aberta desde a década de 1970.

De lá pra cá, fazem parte do streaming Laços de Família (2000-2001), Mulheres Apaixonadas (2003), Terra Nostra (1999-2000), Torre de Babel (1998-1999), Roda de Fogo (1986), Mulheres de Areia (1993), Vamp (1991), Kubanacan (2003-2004), O Bem Amado (1973), entre outros.

Mais Notícias