Reportar erro
Sucesso

Primeira semana de Gênesis alcança 22 milhões de pessoas por capítulo

Produção se consolidou na vice-liderança

Igor Rickli em Gênesis
Igor Rickli em Gênesis - Foto: Reprodução/Record
Redação NT

Publicado em 02/02/2021 às 17:30:00,
atualizado em 02/02/2021 às 17:39:16

Os sete primeiros capítulos de Gênesis garantiram altos índices para a Record em todo país no final de janeiro. Em comparação com produções antecessoras noturnas feitas pela emissora, a novela bíblica aumentou a audiência em 8%. Atualmente, o folhetim é a atração mais assistida fora da Globo.

De acordo com os dados da Kantar Ibope no PNT (Painel Nacional de Televisão) obtidos pelo NaTelinha junto a fontes do mercado, a trama teve 22 milhões de telespectadores alcançados por capítulo. O público assistiu, em média, 41 minutos do programa.

Durante os sete primeiros capítulos, o folhetim atingiu 56 milhões de espectadores em uma semana. A atração também tem feito sucesso na internet e já chamou a atenção de 1,5 milhão de pessoas, tendo os vídeos cinco milhões de visualizações e dois milhões de interações nas redes sociais.

Gênesis tem feito sucesso em várias praças do Brasil, inclusive na Grande São Paulo. A produção é vice líder isolada e, até o momento, tem média de 15,6 pontos. Não por acaso, a Globo adotou estratégias com o Jornal Nacional e A Força do Querer (2017) para barrar o crescimento do folhetim.

Na primeira semana de exibição, a produção conseguiu vencer a emissora carioca em algumas regiões. Em Salvador, a trama consolidou com 22,3 de média contra 20,5 do telejornal. Em Goiânia, a vitória da Record foi por 21,5 pontos a 19,3, conforme números da Kantar Ibope.

Gênesis e sua produção

Primeira semana de Gênesis alcança 22 milhões de pessoas por capítulo

A Record estreou Gênesis no dia 19 de janeiro, no lugar de Amor Sem Igual (2020-2021), e será a primeira novela a ser lançada no Brasil durante a pandemia. A emissora tem usado cinco recursos. A produção tem tido musicais, efeitos especiais e elenco global.

Escrita por Emílio Boechat, Camilo Pellegrini, Raphaela Castro e Stephanie Ribeiro, Gênesis inaugurou um formato diferente na TV brasileira: a antologia. Tal recurso é muito usado em séries ao redor do mundo, mas em telenovela não foi feito com planejamento. A produção vem tendo diversas histórias como se fossem minisséries, relatando diversos trechos da bíblia.

Mais Notícias