Reportar erro
Retorno

Após comercial, Ana Paula Arósio é cotada para voltar às novelas

Atriz conversa com a Globo

Ana Paula Arósio
Ana Paula Arósio deixou a TV em 2010 - Foto: Reprodução
Redação NT

Publicado em 14/09/2020 às 10:19:00

Ana Paula Arósio está sendo cotada pela Globo para atuar no remake de Amor com Amor se Paga, que tem previsão de estreia apenas para 2023. A artista voltou à televisão recentemente ao gravar um comercial.

De acordo com informações publicadas nesta segunda-feira (14) pela colunista Carla Bittencourt, do jornal Extra, as conversas entre Ana Paula e a direção do canal estariam bem avançadas. Seu último trabalho na casa ocorreu na série Na Forma da Lei (2010).

Amor com Amor se Paga (1984) foi escrita por Ivani Ribeiro e ocupou a faixa das 18h. A adaptação ficará sob responsabilidade de Alcides Nogueira, autor que trabalhou com Arósio em Ciranda de Pedra (2008), último trabalho da atriz em folhetins.

A equipe da produção ofereceu para a Arósio a personagem Grace, sobrinha do protagonista Nonô (Ary Fontoura). No enredo, ela é viúva e defende os ideais feministas. Apesar dos preconceitos, a mulher lutou durante a novela para cuidar da sua loja de produtos importados. Na primeira versão, Yoná Magalhães é quem ficou responsável pelo papel.

Em agosto, Ana Paula Arósio reapareceu na televisão em um comercial de TV do banco Santander. A propaganda brincou com o sumiço da atriz e ainda fez uma referência ao comercial que ela fez para a Embratel no final dos anos de 90 e começo de 2000.

Ana Paula Arósio na TV

Após comercial, Ana Paula Arósio é cotada para voltar às novelas

Após atuar em Na Forma da Lei, Ana Paula Arósio foi escalada para protagonizar Insensato Coração (2011), de Gilberto Braga e Ricardo Linhares. Contudo, ela saiu da produção de maneira conturbada e Paolla Oliveira aceitou o convite de assumir o papel principal.

Ana Paula foi uma das atrizes mais importantes da década de 1990 e começo dos anos 2000. Ela protagonizou diversas produções, como Hilda Furacão (1998), Terra Nostra (1999), Esperança (2002), Um Só Coração (2004) e Ciranda de Pedra (2008). Apesar dos rumores de uma possível volta para a dramaturgia, não há nada fechado.

Mais Notícias