Reportar erro
Coincidência

Efeito Por Amor? Nome de personagem da novela é o mais escolhido para bebês em 2019

Novela de Manoel Carlos fez grande sucesso no Vale a Pena Ver de Novo

Gabriela Duarte como Maria Eduarda em Por AMor
Maria Eduarda foi uma das protagonistas de Por Amor - Foto: Reprodução/Globo
Daniel César

Publicado em 30/12/2019 às 07:15:09

O nome Maria Eduarda foi o mais escolhido para registrar bebês do sexo feminino no Brasil em 2019. Este era o nome da personagem vivida por Gabriela Duarte na novela Por Amor, que foi reprisada no Vale a Pena Ver de Novo neste ano e que fez muito sucesso, se transformando numa das maiores audiências da década.

O nome que não apareceu entre os principais escolhidos nos últimos anos ganhou força no Brasil em 2019 e foi registrado por 12.063 crianças do sexo feminino. Ela ficou na terceira posição na lista geral, atrás de dois nomes masculinos, Enzo Gabriel (16.672) e João Miguel (45.082).

As informações estão no Portal da Transparência e reuniu dados de mais de 7 mil cartórios de registro civil de todos os Estados brasileiros e representam mais de 2,5 milhões de registros ocorridos no país este ano até o dia 20 de dezembro.

Se os dois nomes masculinos ficaram na primeira posição nacional, nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, Maria Eduarda foi o nome mais escolhido pelos pais para registrarem seus bebês neste ano, segundo o levantamento. Vale lembrar que os dois estados são consideradas as duas principais praças de audiência da Kantar Ibope.

Maria Eduarda de Por Amor: do ódio ao amor

Efeito Por Amor? Nome de personagem da novela é o mais escolhido para bebês em 2019

Se em 2019 o nome de Maria Eduarda foi o mais escolhido entre as meninas nascidas no país, isso pode ser explicado pela relação de amor vivido pelo público ao assistir a reprise de Por Amor no Vale a Pena Ver de Novo. A personagem que era rejeitada em versões anteriores acabou caindo no gosto do público.

Vale lembrar que na primeira exibição da trama de Manoel Carlos em 1997, Maria Eduarda foi tão rejeitada que resultou no primeiro site voltado a um personagem de novela na internet com o “eu odeio a Maria Eduarda”. Em 2019, muita gente que viu a trama nos anos 90 fez questão de “pedir perdão” para a filha de Helena que foi considerada uma espécie de heroína na segunda metade da novela.

Mais Notícias