Reportar erro
Mudança

Por audiência, novo romance de Lola será antecipado em Éramos Seis

Após a morte de Júlio, protagonista vai se envolver com Afonso

Glória Pires
Tristeza de Lola não tem agradados os telespectadores, segundo pesquisa (Foto: Globo/Reprodução)
Redação NT

Publicado em 14/12/2019 às 19:15:00

Em nome da audiência, a autora Angela Chaves terá que antecipar uma das reviravoltas em Éramos Seis, atual novela das 18h, na Globo. O romance entre Lola (Glória Pires) e Afonso (Cássio Gabus Mendes) sempre esteve previsto na sinopse, mas só ocorreria após a metade da trama.

Segundo informações do site da jornalista Patricia Kogut, um grupo de discussão realizado no início de dezembro indicou os caminhos que a autora deverá seguir. O encontro reuniu espectadores da novela, que opinaram sobre a produção. O levantamento apontou uma ansiedade do público para que Lola seja feliz após a morte de Júlio (Antonio Calloni).

Esse anseio, contudo, contraria o argumento da história, baseada no romance homônimo de Maria José Dupré, transformado em novela por Silvio de Abreu e Rubens Ewald Filho na década de 1970.

Éramos Seis trata da relação submissa de uma mulher com o marido e os filhos. Quem leu o livro e assistiu às outras versões da história sabe que a trama termina de forma melancólica.

O resultado da pesquisa mostra um certo nível de descontentamento do público com essa proposta. Apesar de ter conquistado boa parte da crítica e mesmo longe de ser um fracasso, a novela tem audiência fraca. Havia uma expectativa de que o folhetim, capitaneado pelo talento de Glória Pires, alcançasse altos índices às seis da tarde.

De acordo com dados do Kantar Ibope, Éramos Seis acumula uma média de 20,6 pontos na Grande São Paulo. É menos que a antecessora, Órfãos da Terra, que fechou sua exibição com 22 pontos (mas registrava números parecidos até sua metade), e mais do que a que veio antes dessa, Espelho da Vida, que anotou 18 pontos de média geral.

TAGS:
Mais Notícias