Desespero total

Éramos Seis: Lola dispensa empregada e Emília investiga romance da filha

Clotilde aconselha irmã a cortar gastos e Durvalina é demitida em Éramos Seis

Éramos Seis: Lola dispensa empregada e Emília investiga romance da filha
Lola será obrigada a tomar uma decisão difícil em Éramos Seis - Reprodução/TV Globo

Publicado em 06/12/2019 às 07:01:00

Por: Taty Bruzzi

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, Lola (Gloria Pires) e sua família começa a passar por dificuldades financeiras. Sem dinheiro, a dona de casa terá que improvisar cardápios nas refeições.

Com o fantasma da miséria rondando a casa dos Lemos, a matriarca se vê obrigada a fazer concessões. Clotilde (Simone Spoladore) tenta apoiar a irmã da melhor forma possível.

Será a tia do Alfredo (Nicolas Prattes) quem vai sugerir que elas façam doces para vender. A solteirona ainda aconselha Lola a dispensar Durvalina (Virgínia Rosa), já que não faz sentido manter uma empregada em tempos de crise.

Já os problemas de Emília (Susana Vieira) não são com dinheiro, mas emocionais. A milionária desejou ansiosa pelo retorno de Adelaide (Joana de Verona), mas acabou sofrendo grande decepção.

A jovem volta da Europa com hábitos modernos e que chocam a sociedade paulistana. A relação das duas piora depois que a moça começa a sair com um rapaz e mantém em segredo sua identidade.

Então, Emília passa a investigar cada passo da filha na esperança de descobrir de quem se trata o homem misterioso. Mal sabe ela que Adelaide se envolveu com Alfredo, seu primo em segundo-grau. Confira.

Sem grana, Lola concordar em dispensar Durvalina

Nos próximos capítulos de Éramos Seis, Lola se vê ameaçada pelo fantasma da miséria. Sem dinheiro para nada, a dona de casa é obrigada a se virar para garantir as refeições da família.

A passagem mais crítica acontece quando ela convida um amigo do Carlos (Danilo Mesquita) para jantar e só se dá conta na hora de servir que a comida não foi suficiente para alimentá-los.

Ela ainda pede para Durvalina improvisar o prato principal e aumentar a receita com frutas, mesmo assim seus filhos vão dormir com fome e a cena vai cortar o coração da matriarca.

“Ficaram com fome? Pensei que fosse render mais, posso fazer outro. Que vergonha, calculei mal a quantidade”, se desculpa Lola. “Picadinho de banana? Não, já estou satisfeito”, reage Julinho (André Luiz Frambach) para tristeza da mãe.

Depois que forem se recolher, a viúva do Júlio chora suas mágoas com Clotilde. A solteirona passa um tempo na casa da irmã a fim de ajudá-la a superar esta fase ruim. A essa altura, a moça já vai ter tido a ideia das duas venderem doces para fora.

Entretanto, elas sabem que ainda vai demorar muito para que uma boa encomenda seja feita. Até lá, estão se virando como podem, com as costuras e os bordados, para faturarem um trocado.

“Não tem uma bolacha para o Carlos levar para o trabalho”, lamenta Lola. “Sem problema, mãe, quando entrego amostras tem sempre um consultório com biscoito grátis”, responde o estudante de medicina enquanto tenta amenizar a situação.

Enquanto as lágrimas caem dos seus olhos, Lola conta algumas moedas na esperança de ter o suficiente para comprar algumas frutas e servir no Cafe da manhã.

“Pior é que não dá para contar com Alfredo [Nicolas Prattes], e como estou precisando!Minha nossa, que café da manhã parco foi esse. E ontem? Que jantar minguado. Meus filhos vão emagrecer assim”, sofre a dona de casa. 

“Deixa que eu vou a feira e compro abóbora, faço um tacho de doce e eles passam uma semana comendo abóbora com pão, com arroz, com macarrão. Vai ver que delícia. Isso enquanto não chegam as nossas encomendas de doces, vamos vender às pencas e fazer até um pé de meia um dia”, prevê Clotilde.

Emocionada, a mãe do Julinho abraça a irmã e agradece pelo incentivo e pela ajuda. “Se Deus quiser, vai aparecer freguês. Mas por enquanto, não sei mais por onde economizar”, lamenta a matriarca.

De repente, Clotilde olha nos olhos da irmã e lhe dá um conselho duro, mas que pode ser a única chance da família. Lola escuta atenciosamente e sofre diante da decisão que precisa tomar.

“Eu sou testemunha do seu esforço para cortar os custos, mas se chegou nesse ponto... Devia considerar demitir a Durvalina”, avisa. A mãe do Alfredo desaba. Afinal, são muitos anos de companheirismo ao lado da empregada.Mas não vê outro jeito.

A sequência vai ao ar no capítulo do dia 11 de dezembro

Emília coloca a polícia na cola de Adelaide 

A relação de Adelaide e Emília vai de mal a pior. A ricaça não aceita a personalidade da filha e as duas vivem se atracando. A tia da Lola chegará ao ponto de destruir os pertences da estudante só para confrontá-la.

Nos próximos capítulos da trama, a irmã da Justina (Julia Stockler) vai deixar a mãe cheia de ódio depois de afirmar que seduziu um rapaz e passou a noite fora na companhia do desconhecido.

Após a forte discussão, Emília decide investigar a filha para descobrir a identidade do homem misterioso, pois acredita que ele possa estar virando ainda mais a cabeça da moça.

Quando descobre que Adelaide tem outro encontro marcado com o rapaz, a milionária procura o delegado e ordena que ele siga a moça, pois acredita que ela possa se tornar vítima de algum malandro.

“Acredito que minha filha Adelaide tem a integridade ameaçada, doutor. É estrangeira na cidade, com hábitos importados. Não está acostumada com os aproveitadores daqui. Adelaide disse que vai encontrar um sujeito hoje. Preciso que me descubra quem é”, afirma.

Emília nem imagina que o tal desconhecido é Alfredo, o filho problemático da sua sobrinha, Lola. E não será desta vez que a toda poderosa vai descobrir a relação dos primos.

Como Higino (Thiago Justino) discorda das atitudes da sua patroa, o empregado vai alertar Adelaide sobre os planos da dondoca. “Nem eu, nem ela, Adelaide. Nós não. Mas fique atenta… é o que lhe digo”, sugere.

No dia seguinte, a moça sai de carro pela cidade, entra em uma livraria e sai da loja com uma sacola nas mãos. Ao avistar os policiais, ela se dirige até o veículo e entrega o presente para o delegado.

“Delegado, comprei um presente par o senhor, um livro de uma de nossas escritoras, Maria Lacerda de Moura, para se ilustrar enquanto acha que pode vigiar uma mulher. Passar bem”, dá o recado.

Enquanto a autoridade se mostra chocado com a edição que lhe foi entregue, “A Mulher é Uma Degenerada”, Adelaide volta para a mansão da sua mãe e acaba dando um bolo em Alfredo.

A cena vai ao ar no capítulo do dia 12 de dezembro.



Melhores do Ano NaTelinha 2019: Vote e eleja os destaques do ano na televisão!


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!