URGENTE
Perde até dente

Traições, cadeia e surra: Josiane tem final triste em A Dona do Pedaço

Filha de Maria da Paz finalmente irá pagar por tudo o que fez ao longo da trama

Traições, cadeia e surra: Josiane tem final triste em A Dona do Pedaço
Divulgação/ TV Globo

Publicado em 19/10/2019 às 08:44:00

Por: Laís Lubrani

Na reta final de A Dona do Pedaço, Josiane (Agatha Moreira) começará a pagar, pouco a pouco, pelos crimes que cometeu ao longo da trama das 21h. Além da cadeia, ela será envolvida em traição e levará uma surra que a fará perder os dentes.

Com todos os acontecimentos, a pilantra irá para o chilindró e, sozinha, não poderá contar com mais ninguém.

Saiba o final da filha da boleira:

Téo dá flagra em Josiane

Walcyr Carrasco promete fazer com que Téo (Rainer Cadete) abra seus olhos em relação à amada, mas será aos poucos.

A víbora contará um hacker para ajudá-la e acabará se envolvendo com o pilantra. Ao chegar em casa, o fotógrafo irá se deparar com William (Bruno Gissoni) no local.

Tudo começa quando ela resolve inventar algumas notícias falsas contra Régis (Reynaldo Gianecchini). Carmelinda (Elizângela) dará o contato do criminoso virtual.

Ele fará o serviço, mas a influencer estará na pior e não conseguirá pagá-lo de em dinheiro. O jovem dirá que ela pode pagar com sexo e ela topará.

Após a transa, Josiane entrará na internet para verificar se o trabalho valeu a pena: "Perfeito, estourou na internet".

William irá garantir que Régis não sai mais da cadeia e perguntará o porquê dela ter feito isso. Josiane resumirá a história: "Nós tivemos uma história, ele me perguntou muito. Mas que tá preso é verdade, a gente só divulgou".

Téo quase flagra o momento íntimo da namorada com o pilantra e irá perguntar quem é o rapaz. Ela se resumirá a responder o nome e o jovem dirá que mora no prédio.

O fotógrafo de Vivi Guedes (Paolla Oliveira) achará a situação estranha: "Não sabia que era amiga dos vizinhos". A filha de Maria da Paz dirá que William estava a ajudando em uma pesquisa sobre os pólos de moda do mundo.

Esperta, tentará enrolar o noivo: "Pensando em você... Em lugares pra onde pode mandar seu currículo. A gente não tava pensando em morar no exterior?" perguntará.

Téo até cairá na lábia da bandida, mas ficará com a pulga atrás da orelha: "Eu não gostei de ver aquele cara no seu quarto, eu tive uma sensação muito ruim quando vi vocês dois juntos", dirá ele, em cena que irá ao ar em 22 de novembro.

Perdida, Josiane inventa mais mentira após atentado

A vilã da trama colocará mais um crime em seu currículo, tentando matar o noivo em um motel. O que ela não saberá é que Téo escapará vivo da emboscada, prontinho para denunciá-la.

Acreditando na morte do rapaz, ao ser procurada pelos investigadores, ela dirá que o noivado dois dois chegou ao fim, após ela ter descoberto que Téo tem outra. Em seguida, já perguntará onde é o velório.

Esperta, Yohanna (Monique Alfradique) irá perguntar como Josiane sabe que Téo morreu. Atrapalhada, vai meter os pés pelas mãos antes de descobrir que o jovem está vivo.

A investigadora só tomará essa atitude porque se encantou pelo fotógrafo e por já deduzir que a filha de Maria da Paz não vale nada.

Aliás, não mesmo. A pilantra terá arquitetado um plano quase infalível. Para se encontrar com Téo, ela usará um disfarce e um nome falso. E usará esse mesmo nome para plantar a dúvida na cabeça dos investigadores, que a princípio, acharão a história plausível.

Josiane ainda levará William e afirmará que estava com ele no momento do atentado. Para a polícia, ela contará que brigou com o fotógrafo após descobrir que ele tinha outra mulher.

Camilo (Lee Taylor) comentará: "É fácil imaginar o que aconteceu. O Téo brigou com a Jô e foi encontrar essa outra mulher... Essa que deu a identidade e foi registrada no motel. Letícia." A neta de Evelina (Nívea Maria) aproveitará a deixa: "Eu tive muito ciúme dessa Letícia".

A investigadora dará uma alfinetada na it-girl: "Estranho ter ciúme se já tinha outro engatilhado". Josiane inventará mais uma mentira: "O William é meu vizinho, eu estava angustiada."

Em seguida, começará a se perder diante da situação: "Eu quero levar flores pro Téo. Não tenho muito dinheiro, mas talvez consiga comprar uma coroa, preciso saber onde será o enterro, o velório. Eu quero rezar no velório dele".

Yohanna aproveitará o descuido da rival: "Por que tem tanta certeza de que ele tá morto?" Josiane irá tentar remendar: "Você disse que ele foi atacado com um objeto perfurante, foi isso".

A loira até confirmará, dizendo que ele perdeu muito sangue. O hacker dirá para a Jô que Téo não deve estar morto e ela será firme: "Mas tem que estar!" A policial achará a afirmação estranha: "Tem que estar? Tem muita certeza que ele está morto."

O personagem de Bruno Gissoni tentará ajudar, dizendo que a patricinha está nervosa. A investigadora então dará a notícia para Jô: "Tá no hospital entre a vida e a morte, mas não morreu. Está surpresa?"

Ao final da cena, a ex-amante de Régis abraçará Yohanna, fingindo estar feliz pela boa nova.

Na cadeia, Josiane ouve não da mãe

Assim que Téo se recuperar do atentado, ele acusará Jô pelo crime e ela será detida.

Na cadeia, a pilantra receberá a visita da mãe e as duas terão uma conversa difícil, em que Maria da Paz deixará a vilã sozinha: "Eu não sou mais cega, você tem que pagar pelo que fez."

No diálogo, Josiane vai até tentar amolecer o coração da mãezinha, chamando-o por esse apelido, mas será proibida: "Eu sinto arrepio quando você fala assim."

Jô até irá tentar, dizendo que errou, mas que ainda é filha dela. Ao ouvir da boca da confeiteira todos os crimes que cometeu, ela irá dizer que não é culpada: "Eu não matei ninguém, mãezinha, tem que saber disso. Eu sou inocente, tô sendo acusada injustamente."

A partir de então, dará sua cartada final, pedindo para que a mãe a auxilie: "Eu preciso que me ajude, que vá no tribunal, que me ajude a encontrar álibis". Sem seguida, dará até sugestão: "Pode dizer por exemplo, que no dia da morte do Lucas (Kainan Ferraz) eu não saí de casa. Seria um crime a menos pra responder."

Ela vai apelar, dizendo que preza a família ao seu lado agora, mas a confeiteira dirá não para a filha, alegando que agora abriu os olhos.

"Não vai me ajudar?" concluirá Jô. Em alto e bom som, a protagonista irá responder: "Não!"

Vendo que perdeu de vez o apoio da mãe, Josiane não se mostrará arrependida pelo que fez e ainda dirá que deveria ter roubado a confeiteira bem antes: "Pra mim você não passa de uma boleira. Se não vai me ajudar, se não vai mentir por mim, me deixa."

Maria da Paz colocará a culpa no sangue: "Todo mundo me disse que você é uma Matheus. Uma Matheus e uma Ramirez também", alegando que ela tem mesmo o sangue ruim.

Josiane perde a liberdade e um dente, após surra

Na penúltima semana da trama, a filha mimada de Maria da Paz bem que vai tentar se declarar inocente, mas será condenada a 30 anos de prisão.

A megera não vai querer ir para sua cela por livre e espontânea vontade e para conter os ânimos da pilantra, irão bater violentamente nela. A surra a fará perder um dente.

Já na cela, ela exigirá uma cama e uma das detentas mostrará que ali, ela não é ninguém, mesmo Josiane tentando alegar que já fez sucesso nas redes.

Olhando as roupas da nova colega, a mulher deduzirá que ela tem uma vida boa e perguntará se Josiane consegue um celular pra ela.

"Minha mãe está brigada comigo", dirá a filha de Maria da Paz. A Capitã - como é conhecida a mulher lá dentro - tentará dar uma lição de moral na assassina: "A gente tem que honrar pai e mãe."

A megera estará interessada mesmo em descansar e pedirá um local pra isso. Tentando ajudar, a presidiária oferecerá um colchão velho e esfarrapado e a dondoca não aceitará: "Tá brincando com o perigo?", dirá a Capitã, de nome Nalva.

Josiane então retrucará: "Você pode ser capitã do raio que te parta, em mim você não manda. Agora dá licença, vou pegar aquela beliche lá, vou deitar e dormir".

Nalva ficará furiosa com o desaforo da nova detenta e dirá que ela não vai mais desafiá-la, batendo muito na jovem, até que ela se dará conta de que perdeu um dente.

Ao final da cena, prevista para ir ao ar em 13 de novembro, a capitã irá aconselhar: "Diz para a carceragem que mordeu o dedo, senão morre. Você chegou aqui muito metidinha, vai ter que aprender."

Além disso, Nalva ainda dirá: "Você não chama mais Josiane, nem Jô. Agora todo mundo vai ter que te chamar do que eu mandar".

Ao ser perguntada qual será seu novo nome, terá a resposta em meio a risos de todas as colegas de cela: "Carniça".


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!