Reportar erro
Globo cortou beijo gay

Fã reclama de censura de "Órfãos da Terra" e autora responde na web

Thelma Guedes não deixou a culpa cair em suas costas

Thelma_Guedes_1_3da00e8fe6a5e511a77bd6dd757e473ebf68bfd9.jpeg
Thelma Guedes respondeu a um seguidor sobre a censura contra o beijo gay em "Órfãos da Terra". Foto: Divulgação
Daniel César

Publicado em 06/09/2019 às 19:45:19

A autora de "Órfãos da Terra", Thelma Guedes, apareceu nas redes sociais nesta sexta-feira (06) e respondeu a um fã da novela sobre a suposta censura que a Globo teria praticado na novela das seis ao vetar o beijo gay entre Camila (Anaju Dorigon) e Valéria (Bia Arantes).

Um telespectador da novela ficou revoltado com o corte da cena que já havia, inclusive sido confirmada pela Globo, como destacou o jornalista Maurício Stycer.  "Hoje, quando livros lgbtq+ estão sendo CENSURADOS, um beijo entre duas mulheres durante um pedido de casamento seria ESSÊNCIAL e ESPECIAL para a luta da comunidade. Vetar esse beijo é mais doloroso do que aparenta. Esperava mais de você, @thelma_guedes. QUEREMOS BEIJO VAMILA", escreveu uma conta no twitter mencionando a autora.

Thelma, que divide a autoria de "Órfãos da Terra" com Duca Rachid não se fez de rogada e perguntou para a pessoa. "De mim?" A autora demonstrou estranhar a crítica e a cobrança por parte do internauta que voltou a questionar. "Você não pode intervir na escolha de cortarem? Pensei que os autores tinham esse poder".

Foi neste momento que a autora deu uma resposta surpreendente, embora monossilábica. "Não", limitou-se a dizer Thelma sem explicar as razões que teriam levado à decisão de cortar o beijo gay. Segundo a Globo informou à imprensa, o corte teria sido por razões artísticas. 

O NaTelinha conversou em off com três autores que consideraram a resposta da Globo evasiva e até mesmo estranha, uma vez que a decisão artística no contexto de uma novela costuma passar pelo crivo dos autores. Um deles chegou a dizer que toda decisão sobre corte de cena é administrativa se não for do autor. Outro concordou e salientou que decisão artística é do novelista.

Vale lembrar que esta não é a primeira vez que a Globo corta uma cena de beijo gay que já estava gravada. Em 2005, a emissora carioca não exibiu o que seria o primeiro beijo gay da história do canal e que já havia sido gravada. À época, Gloria Perez limitou-se a dizer que fez sua parte ao escrever a cena.

Chama a atenção, no entanto, por conta do momento. Quase quinze anos se passaram desde então e a própria Globo já exibiu outras sequências de beijos de duas pessoas do mesmo sexo. Seja numa novela das nove com "Amor À Vida" (2013) ou até em novelas das sete, como recentemente aconteceu em "Bom Sucesso". Até em "Malhação" houve a cena na temporada 2017 com "Viva a Diferença".

Logo depois de dar sua resposta ao seguidor nas redes sociais, Thelma Guedes limitou-se a postar uma imagem do beijo gay de dois personagens da Marvel, em referência ao livro que quase foi censurado pelo Governador do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, durante a Bienal do Livro no Rio de Janeiro.

Mais Notícias