Perigo

"Malhação": Sem medo, Jaqueline vai enfrentar bandidos e ficará em perigo

A menina vai até armar emboscada

Jaqueline tentará investigar as milícias por conta própria. Foto: Divulgação

Publicado em 11/07/2019 às 16:15:30

Por: Naian Lucas

Parece que Jaqueline (Gabz) vai dar uma de heroína em "Malhação: Toda Forma de Amar". A menina não ficará nada satisfeita ao saber que o cabo Góis (Ronan Horta) deixou a cadeia e voltou a segui-la e a seus amigos. Diante disso, ela vai enfrentar o bandido.

Tudo começa ainda nesta semana quando todos forem informados que o Cabo foi liberado e deixou a cadeia. Os meninos ficarão preocupados e sentirão que não estão em segurança, ainda que Marco Aurélio (Juliano Machado) garanta que estará buscando forma de protegê-los.

Quando Góis voltar a rondar as redondezas da baixada Fluminense, Jaqueline não deixará tudo para as mãos da polícia e decidirá tomar suas próprias decisões para se proteger. E a ideia dela é ir até a boca da serpente e falar diretamente com o bandido.

Sem que ninguém saiba, a menina irá até a casa de Góis e discutirá com ele, mas a intenção não é apenas mostrar que não tem medo. Enquanto bate boca com o cabo, Jaqueline irá gravar com seu celular toda a conversa, na tentativa de registrar caso o homem fale alguma coisa de comprometedora.

A decisão da menina tratá uma série de problemas e preocupações. Enquanto a mãe da menina irá brigar com ela e ordenar que ela procure Marco Rodrigo para que ele investigue tudo e ela pare de bancar a heroína, a decisão de Jaqueline acabará comprometendo a relação dela com a irmã, Milena (Giovanna Rispoli), uma vez que os pais da garota ficarão preocupados em deixá-la próxima à irmã que está colocando todos em risco.

Além disso, Jaqueline acabará brigando com Anjinha (Caroline Dallarosa), já que ela não confia em Marco Aurélio e a amiga não deixará passar em branco a forma como ela trata seu pai. Diante disso, as duas acabarão entrando em atrito.

Mas mais do que isso, a preocupação de todos é de que Jaqueline acaba sofrendo as consequências por estar mexendo com as milícias do Rio de Janeiro.


publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!