Reportar erro
Pode isso, Arnaldo?

Cena que gerou debate na TV, goleiro usando celular em campo era ação de marketing

Campanha quis alertar a população sobre os perigos que este hábito pode provocar no trânsito

atleticopr_santos_899253523d7721241c338857f8f097a2906aa7fe.jpeg
Divulgação
Sandro Nascimento

Publicado em 15/05/2018 às 14:44:35

A cena do goleiro Santos mexendo no celular minutos antes de iniciar a partida entre Atlético Paranaense e Atlético Mineiro, na Arena da Baixada, rendeu inúmeras críticas ao atleta nos programas esportivos no último domingo (13).

Para a imprensa e torcedores, a opinião é que esta atitude poderia prejudicar sua concentração e desempenho, colocando sua equipe em risco na quinta rodada do Campeonato Brasileiro, além de ser proibido pelas regras do futebol.

O vídeo do goleiro do Atlético Paranaense viralizou nas redes sociais.

Porém, tudo não passou de uma ação inédita de marketing para alertar a população sobre os perigos que este hábito pode provocar no trânsito.

“O que eu fiz em campo é igual ao que milhares de pessoas fazem todos os dias no carro. Só que se envolver em um acidente de trânsito, é muito mais perigoso do que tomar um gol", comentou Santos sobre a ação criada pela agência de publicidade Tech and Soul para o Uber.

A campanha recebeu o nome de Maio Amarelo.

Celular no trânsito:

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), atualmente, são mais de 400 mil acidentes nas estradas brasileiras por ano. O uso do celular é um dos principais motivos de mortes no trânsito.

De acordo com a Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet), são cerca de 150 mortes por dia, quase 54 mil/ano.

Confira o vídeo da campanha: