Mesmo com sede milionária, Record TV não vence o SBT há 14 meses no Rio

Tino Júnior apresenta o "Balanço Geral RJ" - Reprodução

Publicado em 10/05/2018 às 09:39:20 ,
atualizado em 10/05/2018 às 12:19:17

Por: Sandro Nascimento

Apesar de ter investido 23 milhões de reais em sua nova sede no Rio, a Record TV não consegue vencer o SBT na cidade maravilhosa.

Além do dinheiro, na época, a Record TV Rio promoveu mudanças no alto escalão, deslocando novos diretores para comandarem a filial. No pacote de novidades, trocou os apresentadores de todos os seus programas regionais e estreou Tino Júnior como âncora à frente do produto que é considerado seu carro-chefe, o "Balanço Geral RJ". Mas tudo isso não surtiu efeito na audiência.

Segundo os números da Kantar Ibope, nas 24 horas de abril, a afiliada do canal de Silvio Santos fechou o mês com sua melhor média do ano, atingindo 5,2 pontos contra 4,7 da Record TV carioca. Com esse resultado, o SBT se consolida na segunda posição pelo 14º mês consecutivo no Rio, a segunda capital mais importante para o mercado publicitário.

O novo complexo de estúdios de jornalismo da Record TV Rio, que fica localizado numa parte do antigo Recnov, na zona oeste da cidade, possui equipamentos de ponta e uma estrutura superior a que os profissionais da sede carioca do SBT dispõem para produzir seus telejornais.

Porém, mesmo com maior verba de produção e um número maior de equipes de jornalismo na rua, o "Balanço Geral RJ" não consegue fazer concorrência aos jornalístico "SBT Rio", apresentado por Isabele Benito.

Na média geral do período da tarde, quando é exibido os dois programas, o SBT manteve o segundo lugar marcando 6,8 pontos contra 6,3 da Record TV. Ainda em abril, durante o confronto direto entre os dois telejornais, o canal de Silvio Santos abre a maior vantagem, conquistando 6,8 contra 5,7 do "Balanço Geral RJ". Percebendo a boa fase, o jornal carioca do SBT já ampliou em 20 minutos a sua duração.

O único destaque do "BG" é o quadro "A Hora do Venenoso", com Amin Khader, que mantém o segundo lugar durante sua exibição e serve para aumentar a média final do programa.

Nas outras atrações da grade regional do Rio, o SBT também se mantém à frente do canal dos bispos. "Esporte Mágico' e "Cariocou" se consolidaram na segunda posição com índices que chegam a ser 60% superiores ao concorrente.

Inaugurada em dezembro do ano passado, a nova sede da Record TV Rio tinha como principal objetivo a economia das despesas fixas da emissora.

O antigo espaço do canal era localizado no bairro de Benfica, zona norte da cidade, numa área considerada de risco. Segundo apurado pela reportagem, 50% das despesas fixas da filial eram derivadas de gastos com segurança.


publicidade

Mas nem tudo saiu como esperado. A nova sede tem uma área de 41 mil m², três estúdios, salas de reuniões com capacidade para até 200 pessoas, refeitório climatizado e espaço de convivência com 10 mil m² com jardins. Por consequência disso, novas despesas fixas foram criadas que não estavam previstas no planejamento inicial de seus diretores.

Em agosto do ano passado, a emissora demitiu 26 funcionários devido à queda de receita e buscando equalizar suas despesas.

Na época, procurada sobre as demissões, a assessoria de imprensa da Record TV Rio emitiu o seguinte comunicado: "A Record TV Rio conta hoje com cerca de 500 funcionários no recém-inaugurado complexo de estúdios de Vargem Grande e passa por uma reestruturação em sua equipe e adequação de custos que implicam na substituição e realocação de colaboradores e também novas contratações".



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade