Reportar erro
Polêmica

"Fofocalizando" critica Globo por falta de negros em novela, mas aposta em nova apresentadora loira

fofocalizando01052018_(2)_9027317d30da10b5bfbfee9c68778d2c02854258.jpeg
Reprodução
Sandro Nascimento

Publicado em 02/05/2018 às 09:21:07

Na edição desta terça-feira (1º) do "Fofocalizando", os apresentadores discutiram a polêmica em torno da falta de atores negros na próxima novela da Globo, "Segundo Sol".

"Está acontecendo racismo ou não está acontecendo racismo na seleção de elenco da nova novela? Que simplesmente está sendo rodada onde? Na Bahia. Onde temos um povo todo moreno, negro, um povo cheio de dendê. Por quê? Porque não é possível que num elenco de 26 atores, só três... Aliás, ouviu Cartolano, vou dar minha opinião direta e reta: eu não acho que só esse elenco tenha racismo não, eu acho que existe racismo em todas as esferas da sociedade. Eu particularmente vejo deste jeito", comentou Mara Maravilha sobre o tema, gerando um forte debate no estúdio.

Porém, no mesmo dia que o programa do SBT discute a pauta sobre preconceito racial e critica a Globo em relação às oportunidades dedicada aos artistas negros, a atração começa a apostar em uma loira como nova apresentadora para o quadro "Direto da Redação": a locutora Roberta Miguel.

Roberta narra todos os VTs do "Fofocalizando", e foi a segunda vez que ela apareceu comandando o quadro. A primeira oportunidade surgiu no dia 24 de abril, quando substituiu Gabriel Cartolano, titular do "Direto da Redação", que apresentava o programa no lugar de Leo Dias.

\"Fofocalizando\" critica Globo por falta de negros em novela, mas aposta em nova apresentadora loira

Cabe destacar que o SBT não possui negros à frente de nenhuma de suas atrações. No ano passado, o canal demitiu os dois principais nomes negros do seu casting: a jornalista Joyce Ribeiro e o ator Jean Paulo Campos.

Entenda

De autoria de João Emanuel Carneiro, "Segundo Sol" estreia no próximo dia 14, mas já está sendo alvo de polêmica na web pela falta de atores negros em seu elenco.

No último dia 28, a atriz Samara Felippo, atualmente na Record TV, publicou um post levantando a questão e a página Trick Tudo, no Facebook, lançou na sexta (27) o movimento "Eu poderia estar na novela Segundo Sol", nomeando mais de 50 atores negros que poderiam estar na produção e não estão. Em menos de três dias, mais de 25 mil pessoas curtiram a publicação.

Em meio ao texto publicado, destaca-se o seguinte trecho: "Se no mundo de alguns, os atores negros se resumem aos maravilhosos Lazaro Ramos e Taís Araújo. Tá ai, alguns outros atores também talentosos que poderiam ter sidos escalados para Segundo Sol! Agora se você não vê problema na escalação de uma novela que retrata um estado com 80% da população negra e a escalação tem 80% de brancos. Ai o problema é totalmente seu: Se vire com seu preconceito!".

Ainda na mensagem, questiona-se a ausência de nomes que com frequência estão nas novelas da Globo - ainda que não necessariamente ambientadas no Nordeste, mas que ficaram de fora: "Poderiam ter escalado além de atores negros, atores baianos como Emanuelle Araújo por exemplo - Que por acaso tem talento de sobra e um perfil mais próximo de Giovanna (se essa for a desculpa), mas diferente de Gio, não está com a imagem saturada".

Mais Notícias