Nova temporada

"Profissão Repórter" investiga denúncias feitas por Marielle Franco antes de morrer

Globo/Divulgação

Publicado em 24/04/2018 às 08:59:36

Por: Redação NT

O "Profissão Repórter" retorna em uma nova temporada nesta quarta-feira (25). O programa vai investigar denúncias feitas pela vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson Gomes, que foi assassinada no dia 14 de Março.

A equipe do "Profissão Repórter" destacou seis profissionais para ir à carioca em busca de respostas e novos olhares sobre o caso que repercutiu no Brasil e no exterior.

Caco Barcellos e Mariane Rodrigues Pereira, nova repórter cinematográfica do programa, encararam o “caveirão” da Polícia Militar do 41º Batalhão para entrar na Favela da Pedreira, na zona norte da cidade. É deles, ainda, a missão de conversar com o tenente coronel da reserva da PM Valmir Alves Brum, que, durante mais de 30 anos, investigou os crimes cometidos pela própria polícia.

O batalhão, denunciado sistematicamente pela vereadora, também é parte importante em crimes ainda sem explicação. Erik Von Poser e Danielle Zampollo conversam com os familiares das vítimas do caso Costa Barros, em que cinco jovens tiveram o carro alvejado por mais de cem tiros, e de Maria Eduarda, menina que levou um tiro, saído da arma de um policial, quando estava na escola.

A dupla Nathalia Tavolieri e Guilherme Belarmino investiga o crescimento dessas organizações, que dominam pelo menos 165 comunidades da região metropolitana do Rio de Janeiro. Para Belarmino, “o maior desafio de fazer qualquer matéria na cidade, hoje, é o medo. As pessoas têm muito medo, elas perderam a confiança nas instituições”.


Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!