Há 18 anos, Silvio Santos convenceu público a ver "Batman & Robin" na estreia do "Cine Espetacular"

Considerado o pior filme do Batman, Silvio Santos repetia o quão "espetacular" ele era por três semanas em seu "Show do Milhão"

Alicia Silverstone, Chris O'Donnell e George Clooney - Divulgação/Warner

Publicado em 04/04/2018 às 09:16:19 ,
atualizado em 04/04/2018 às 11:30:00

Por: Thiago Forato

Uma das principais sessões de filmes do SBT, ou talvez a principal, o "Cine Espetacular" completa maioridade nesta quarta-feira (4).

No ano 2000, a emissora anunciou uma parceria de exclusividade com a Warner Bros que lhe garantia o direito de exibir os principais filmes da produtora naquela época, como "Matrix", "A Hora do Rush", "Primeiro Impacto", dentre outros.

Por três semanas, Silvio Santos fez uma tremenda propaganda da estreia do "Cine Espetacular". O filme escalado foi "Batman & Robin", de 1997, com George Clooney. A sessão substituiu o programa "Fala Dercy", com Dercy Gonçalves.

Considerado o pior filme do Homem-Morcego, o dono do SBT vendeu o longa como se fosse o suprassumo da sétima arte. "Esse filme é espetacular, vocês não podem deixar de ver o Batman em sua melhor forma", repetia Silvio no saudoso "Show do Milhão", que estava no auge do sucesso.

Com chamadas em todos os intervalos comerciais, "Batman & Robin" conseguiu 29 pontos de audiência contra apenas 17 da Globo.

A emissora carioca perdeu com todos os seus programas, como a estreia da nova temporada do "Casseta & Planeta", "Muvuca", "Jornal da Globo" e o "Programa do Jô".

Por várias terças-feiras consecutivas, o SBT liderou de braçada na audiência com seu "Cine Espetacular" exibindo filmes inéditos da Disney e Warner. Por anos, causou um verdadeiro buraco na programação da Globo e extinguiu várias atrações do canal, como o próprio "Muvuca".

De alguns anos para cá, a sessão de filmes do SBT exibe praticamente só reprises, devido a falta de contratos com grandes produtoras. O SBT perdeu uma a uma, como a Warner, Disney, MGM e Paramount.

Ainda assim, sobrevivendo com resquícios de seus pacotes milionários e compra de longas avulsos de outras empresas, o "Cine Espetacular" volta e meia mantém por volta dos 8 pontos no Ibope, o que é respeitável, e a liderança também.

Cortes e mais cortes

Se antes o SBT era elogiado por não cortar seus filmes e exibi-los na íntegra, o mesmo não se pode dizer agora. Com o "The Noite" na sequência, a emissora tem optado por picotá-los sem a menor piedade.

Atualmente, o "Cine Espetacular" vai ao ar perto das 23h30 e deixou de ser prioridade na programação do SBT.



publicidade

LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!

publicidade