Reportar erro
Reportagens

Nova série do "Jornal da Record" destaca mulheres que denunciam abusos

“Mulheres que não se calam” estreia nesta segunda-feira

jornaldarecord_403c1266e0843e793d5cd50b760934c09d1bb171.jpeg
Celso Freitas e Adriana Araújo comandam o "Jornal da Record" - Divulgação
Redação NT

Publicado em 25/02/2018 às 18:27:19

O "Jornal da Record" estreia nesta segunda-feira (26) uma nova série de reportagens, intitulada "Mulheres que não se calam".

Repórteres da emissora vão mostrar a postura diferente da sociedade em relação a abusos físicos e psicológicos, com crescimento de denúncias e rejeição a comportamentos até então tolerados em silêncio.

Em 2017, foi registrado um aumento de mais de 50% nas acusações feitas para a Secretaria de Política para Mulheres pelo disque 180. Até mesmo estrelas de Hollywood admitiram ter sido vítimas de abusos e ousaram falar.

Ao longo de cinco episódios, os repórteres Cleisla Garcia, Catarina Hong e Leandro Stoliar falam desse cenário e de como assuntos como assédio, violência doméstica e estupro ganharam destaque.

As reportagens revelam a onda de ativismo em blogs e redes sociais que está sendo reconhecida como uma nova fase do movimento feminista e discutem a conscientização sobre o limites de abordagens pessoais no ambiente de trabalho.

Os jornalistas entrevistam mulheres que romperam a barreira do medo e da vergonha pra denunciar agressões. A reportagem acompanha ainda uma moça no transporte público e nas ruas para ver que tipo de cantadas ela recebe. E, por fim, promove uma mesa redonda para discutir os pontos de vista de homens e mulheres.

O "Jornal da Record" vai ao ar a partir das 21h45, na Record TV.