Reportar erro
No México

Assistente de produção é morto a tiros enquanto procurava locações para "Narcos"

Série está indo para sua quarta temporada

IMG_0552_7a94a5a9ce87cbd9ba48d91ec2507b81084b41ce.jpeg
Reprodução
Fabrício Falcheti

Publicado em 15/09/2017 às 22:44:21

Assistente de produção de "Narcos", Carlos Muñoz foi morto a tiros enquanto procurava locações para a quarta temporada da série da Netflix na última segunda-feira (11), no México. O caso veio à tona só agora.

Segundo o jornal El País, o corpo foi encontrado dentro de seu carro em uma área rural de San Bartolo Actopan, no município de Temascalapa.

Muñoz tinha 37 anos e era considerado um cineasta especialista em encontrar locações para filmes americanos no país latino.

Ele prestava serviços freelancer contratado pela Redrum, produtora responsável por "Narcos".

Por meio de um porta-voz, o Ministério Público mexicano diz que não há testemunhas porque a região onde o crime aconteceu era isolada, mas as autoridades acreditam que houve uma perseguição.

A Netflix lamentou a morte em comunicado: "Sabemos do falecimento de Carlos Muñoz Portal, um respeitado gerente de locações, e oferecemos nossas condolências a seus familiares". "As autoridades continuam a investigar o que aconteceu", completou.

"Narcos" teve sua terceira temporada lançada no último dia 1º pela plataforma, que já iniciou os trabalhos para a próxima leva de episódios.

TAGS:
Mais Notícias