Reportar erro
Superprodução

Diretor relembra o clipe Thriller, de Michael Jackson: "Foi vaidade"

Thriller embalou a década de 80

johnlandis_c12e921acebbd8ca224a721eea333ae442068b69.jpeg
Divulgação
Redação NT

Publicado em 05/09/2017 às 10:26:30

John Landis, o diretor de clipes Black or White e Thriller, de Michael Jackson, revelou que o clipe foi realizado para satisfazer a vaidade do artista e de seu desejo de ser um monstro. Com informações da Reuters.

"Foi um vídeo de vaidade porque Michael queria ser um monstro. E tudo que veio evoluiu a partir disto, foi especularmente bem sucedido e fiquei totalmente surpreso", contou ele.

Landis relembrou que o cantor lhe abordou pela primeira vez para fazer o clipe porque havia gostado de seu trabalho no longa "Um Lobisomem Americano em Londres", e os dois, ao lado do artista de maquiagem Rick Baker, se encontraram para olhar fotografias de filmes antigos de monstros.

"Acontece que ele não tinha visto muitos filmes de terror, eles eram muito assustadores. Eu achei ele ótimo", contou, lembrando que Michael queria se transformar em monstro.

"Michael era muito determinado de que tudo tinha que ser o melhor, o maior", disse, que emendou: "Ele tinha uma ética profissional espetacular, mas ele era um velho profissional, o cara estava se apresentando desde que tinha 8 anos de idade".