Depoimento de Lula a Sérgio Moro agita redações de telejornais; veja quem saiu na frente

Audiência da Operação Lava-Jato aconteceu nesta quarta-feira (10) em Curitiba

Reprodução

Publicado em 11/05/2017 às 12:40:37 , atualizado em 11/05/2017 às 17:43:49

Por: Fabrício Falcheti

O depoimento do ex-presidente Lula ao juiz Sérgio Moro em audiência da Operação Lava-Jato, que durou quase cinco horas, movimentou a imprensa brasileira nesta quarta-feira (10).

O interrogatório acabou às 19h15 e gerou um corre-corre nas redações de todo o país para analisar as gravações cedidas pela Justiça Federal e trazer as informações o quanto antes ao público.

Na televisão, a RedeTV! está se vangloriando por ter sido uma das primeiras a exibir trechos do depoimento, às 20h08, no "RedeTV! News".

Antes, às 19h54, ela foi a primeira emissora aberta a acompanhar ao vivo a chegada do ex-presidente à praça na região central de Curitiba para seu discurso aos simpatizantes após a audiência com Sérgio Moro.

O "SBT Brasil" entrou ao vivo às 19h57, porém apenas com imagens, sem áudio de Lula. Às 20h02 foi a vez do "Jornal da Band" mostrar o comício.

Sobre os vídeos do depoimento, a Band exibiu as primeiras cenas às 20h03, antes portanto da RedeTV!, só que sem áudio, apenas para ilustrar que o material já havia sido liberado.

Telejornal de maior audiência do Brasil, o "Jornal Nacional" começou com uma explicação aos telespectadores, abrindo até mesmo os seus bastidores.

"Jornalistas de todos os órgãos da imprensa brasileira estão neste momento dedicados à um mesmo trabalho: analisar as gravações do interrogatório do ex-presidente Lula. Para que você entenda o tamanho desse desafio, a gente precisa explicar que os vídeos só são liberados na internet quando o depoimento termina. O interrogatório de hoje, que começou por volta das 14h, em Curitiba, só acabou às 19h15. O ex-presidente saiu do prédio às 19h18, portanto há menos de uma hora. Os vídeos gravados pela Justiça Federal são a única forma de saber exatamente como foi o interrogatório e eles só foram liberados na internet às 19h36, são mais de cinco horas de gravação que precisam ser vistas e ouvidas", disse William Bonner às 20h16.

Mais tarde, Renata Vasconcellos atualizou: "São 20h22. Nossa tarefa é trazer ainda nesta edição do 'Jornal Nacional' os questionamentos e as respostas mais importantes desse interrogatório de hoje, extraídos das mais de cinco horas de gravação. De qualquer maneira, esse é o objetivo claro de todo jornalismo da Globo, por isso, mesmo se hoje o 'Jornal Nacional' não tiver tempo o suficiente, a gente vai tratar detalhadamente deste assunto amanhã. E os outros telejornais também começando ainda hoje pelo 'Jornal da Globo', de logo mais".

O "JN" conseguiu exibir os primeiros trechos do depoimento de Lula às 20h31.

A cobertura completa do caso pode ser vista no UOL.



LEIA MAIS

publicidade

COMENTÁRIOS