Com votação recorde, público elege os "Melhores do Ano NT 2016"; confira

Com votação recorde, público elege os
Foto: Divulgação

Publicado em 22/12/2016 às 00:00:00

Por: Redação NT

2016 foi o ano da novela “Êta Mundo Bom”. Esta foi a opinião dos internautas do NaTelinha na votação popular do prêmio “Melhores do Ano NaTelinha 2016”, que recebeu mais de 2 milhões de votos neste ano, recorde da premiação desde sua criação. 
 
Além de “Êta Mundo Bom”, a Globo também levou a melhor nas categorias dedicadas ao jornalismo, enquanto o SBT mais uma vez se destacou na linha do entretenimento. No âmbito dos programas locais, as produções da Bahia levaram a melhor nas três categorias específicas. 
 
[galeria]
Dramaturgia
 
O folhetim de época de Walcyr Carrasco conquistou os telespectadores. Com expressivos índices de audiência para a faixa das 18h, “Êta Mundo Bom” arrebatou milhares de fãs pelo país, o que contribuiu para vitórias expressivas nas cinco categorias em que concorreu, com percentuais acima dos 90% em todas elas. 
 
A trama faturou os prêmios de melhor novela, melhor ator, com Marco Nanini na pele de Pancrácio, melhor ator/atriz mirim, com JP Rufino interpretando Pirulito, melhor autor, e a recém-criada categoria melhor casal de novela, com Gerusa e Osório, interpretados por Giovana Grigio e Arthur Aguiar.
 
 
Outro destaque em teledramaturgia foi a elogiada série “Justiça”. A trama, escrita por Manuela Dias, foi escolhida como melhor série/minissérie nacional, com mais de 50% dos votos, derrotando concorrentes tanto da TV aberta quanto dos canais por assinatura. O seriado ainda rendeu à Adriana Esteves o prêmio de melhor atriz, em umas das disputas mais acirradas deste ano. A intérprete de Fátima venceu a atriz Miriam Freeland por menos de 100 votos de diferença.
 
A Globo ainda venceu em mais duas categorias de teledramaturgia: Sabrina Petraglia foi apontada como melhor atriz/ator coadjuvante, ao viver Shirlei em “Haja Coração”, e a atriz Lucy Alves foi escolhida como a revelação do ano por seu trabalho em “Velho Chico”. O domínio da emissora carioca só não foi absoluto nessa área, pois a novela “A Terra Prometida”, dirigida por Alexandre Avancini na Record, levou a melhor em maior destaque técnico, com 38% da preferência.
 
Domínio do SBT
 
 
Mais uma vez, a votação popular do NaTelinha comprovou a vocação do SBT em entretenimento. Silvio Santos e seu tradicional programa dominical foram apontados como melhor apresentador e melhor programa de auditório. As vitórias foram expressivas, com mais de 160 mil votos, o que representou mais de 97% da preferência nas duas categorias. Além do dono da emissora, destaques também para “A Praça é Nossa”, escolhido como melhor humorístico com 41% dos votos, e “The Noite”, de Danilo Gentili, que acumulou mais uma vitória sobre o “Programa do Jô” na categoria melhor programa de entrevistas.
 
 
Já o reality “MasterChef”, maior sucesso da Band e um dos programas de maior repercussão nas redes sociais, segue invicto na premiação. Pela terceira vez consecutiva, a atração foi escolhida como melhor reality show. Foram mais de 250 mil votos para o programa comandado por Ana Paula Padrão, garantindo assim o único triunfo da Band neste ano.
 
Ainda em entretenimento, mas na única categoria isolada destinada para a TV paga, a nova versão da "Escolinha do Professor Raimundo", do canal Viva, travou uma disputa acirrada com a sitcom “Vai que Cola”, do Multishow. Com 41% dos votos, a atração do Viva foi apontada como o melhor programa da TV por assinatura, com diferença de apenas 47 votos.
 
Supremacia em notícias
 
 
Nas oito categorias destinadas ao jornalismo, a Globo faturou o prêmio em sete delas. O “Jornal Nacional”, comandado por William Bonner e Renata Vasconcellos, foi escolhido como melhor telejornal. Já Sandra Annenberg, à frente do “Jornal Hoje”, conquistou 31% dos internautas e foi a melhor âncora do ano, enquanto o experiente jornalista Marcos Uchôa faturou o prêmio de melhor repórter. Com 36% dos votos, o “Conexão Repórter”, de Roberto Cabrini, foi a única atração de outra emissora a vencer numa categoria de jornalismo. O programa do SBT foi eleito o melhor programa jornalístico, enfrentando os tradicionais “Fantástico” e “Globo Repórter”.
 
 
Já no jornalismo esportivo, mesmo concorrendo com os canais específicos de esporte da TV paga, a Globo venceu em todas as categorias. “Esporte Espetacular”, Cléber Machado, Caio Ribeiro e Mauro Naves foram apontados, respectivamente, como melhor programa esportivo, melhor narrador, melhor comentarista e melhor repórter esportivo. Apesar de não vencerem, os programas “Linha de Passe” e “Redação SporTV”, e os profissionais Milton Leite, Gustavo Villani, Paulo Vinícius Coelho e Mauro Betting, todos da TV paga, obtiveram expressivas votações.
 
Domínio baiano
 
 
As categorias destinadas às produções regionais foram dominadas pelo estado da Bahia. O programa “Dendê na Mochila”, exibido pela TV Aratu/SBT, foi escolhido por mais de 59% dos votos como o melhor programa local. A atração, comandada por Matheus Boa Sorte, mostra, aos sábados, reportagens especiais produzidas através de vivências em viagens pela Bahia, Brasil e o mundo.
 
Já o matinal “Bahia no Ar”, comandado pela jornalista Jéssica Senra, foi o vencedor na categoria melhor telejornal local. O programa, exibido nas manhãs da Record TV Itapoan, é líder de audiência em sua faixa de exibição, apostando em notícias factuais e na prestação de serviços. 
 
Outra vitória da Record TV Itapoan se deu na categoria melhor apresentador de programa local. O popular José Eduardo, à frente do policial “Balanço Geral Bahia”, venceu com 48% dos votos. Bocão, como é conhecido no estado, já passou por diversas emissoras baianas e, ao longo de sua trajetória, tornou-se um concorrente de peso para a TV Bahia/Globo na faixa do almoço.
 
Confira abaixo o resultado completo do “Melhores do Ano NaTelinha 2016”:
 
Melhor novela
 
"Êta Mundo Bom" (Globo) - 97,34%
 
Melhor atriz
 
Adriana Esteves - Fátima, de "Justiça" (Globo) - 26,17%
 
Melhor ator
 
Marco Nanini - Pancrácio, de "Êta Mundo Bom" (Globo) - 97,02%
 
Melhor ator/atriz coadjuvante
 
Sabrina Petraglia - Shirlei, de "Haja Coração" (Globo)- 35,15%
 
Melhor ator/atriz revelação
 
Lucy Alves - Luzia, de "Velho Chico" (Globo) - 31,41%
 
Melhor ator/atriz mirim/adolescente
 
JP Rufino - Pirulito, de "Êta Mundo Bom" (Globo) - 97,65%
 
Melhor casal de novela
 
Gerusa e Osório, de "Êta Mundo Bom" (Globo) - 96,77%
 
Melhor série ou minissérie nacional
 
"Justiça" (Globo) - 51,56%
 
Melhor autor de TV
 
Walcyr Carrasco ("Êta Mundo Bom", Globo) - 97,74%
 
Melhor destaque técnico/produção
 
"A Terra Prometida" - Alexandre Avancini (Record) - 38,02%
 
Melhor apresentador ou apresentadora
 
Silvio Santos (SBT) - 98,00%
 
Melhor programa de auditório
 
"Programa Silvio Santos" (SBT) - 97,11%
 
Melhor reality show
 
"MasterChef" (Band) - 97,68%
 
Melhor programa humorístico
 
"A Praça é Nossa" (SBT) - 41,22%
 
Melhor telejornal
 
"Jornal Nacional" (Globo) - 37,94%
 
Melhor âncora
 
Sandra Annenberg (Globo) - 31,19%
 
Melhor programa jornalístico
 
"Conexão Repórter" (SBT) - 35,84%
 
Melhor repórter
 
Marcos Uchôa (Globo) - 34,49%
 
Melhor programa de entrevistas/entrevistador
 
"The Noite" - Danilo Gentili (SBT) - 34,56%
 
Melhor programa esportivo
 
"Esporte Espetacular" (Globo) - 52,12%
 
Melhor narrador esportivo
 
Cléber Machado (Globo) - 40,55%
 
Melhor comentarista esportivo
 
Caio Ribeiro (Globo) - 50,71%
 
Melhor repórter esportivo
 
Mauro Naves (Globo) - 41,42%
 
Melhor programa nacional de TV paga
 
"Nova Escolinha do Professor Raimundo" (Viva) - 40,83%
 
Melhor programa local
 
"Dendê na Mochila" - TV Aratu/SBT - 59,08%
 
Melhor telejornal local
 
"Bahia no Ar" - Record Bahia - 30,77%
 
Melhor apresentador ou apresentadora de telejornal local
 
José Eduardo (Record Bahia) - 48,54%
 

Siga o NaTelinha nas redes sociais

Reportar erro

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!