Reportar erro
Notícias

Luís Ricardo comemora os 35 anos do SBT: é como estar vendo um filho crescer

Ele não esteve apenas no primeiro ano da emissora

luis-ricardo-1908.jpg
Fotos: Arquivo Pessoal
Redação NT

Publicado em 19/08/2016 às 06:30:09,
atualizado em 10/05/2021 às 17:47:59

 

Por Fabrício Falcheti e Thiago Forato
 

Completando 35 anos nesta sexta-feira (19), o SBT possui um apresentador, além de Silvio Santos, é claro, que se confunde com sua própria história: Luís Ricardo.

Ele não esteve apenas no primeiro ano da emissora, chegando em 1982 para ser um dos palhaços Bozo, aproveitando toda sua veia como artista de circo. E foi ganhando pouco a pouco seu espaço no canal e a confiança do patrão, tornando-se seu "substituto oficial".

Em entrevista exclusiva ao NaTelinha, Luís Ricardo fala sobre sua história no SBT e dá os parabéns à emissora que tanto ama. "É como se estivesse vendo um filho crescer", diz ele, que também comentou curiosidades de sua fase como Bozo, inclusive das brincadeiras que sofria da produção.

O apresentador também contou que Silvio nunca se meteu na sua criação do palhaço, sendo umas das únicas quando descobriu uma alergia sua e quando inseriu um dos maiores sucessos do programa: a Corrida dos Cavalinhos.

Com mais de três décadas de casa, Luís Ricardo demonstra gratidão às oportunidades que Silvio Santos lhe deu e continua dando. "Meu sonho era pegar na mão do Silvio", vislumbrava antes de conhecê-lo.

Aos 53 anos, ele conseguiu mais do que isso: substituiu Silvio Santos no programa "Gol Show", em 1996, conseguindo boa audiência. "Fiquei muito feliz com o convite mesmo sabendo que duraria apenas seis meses, pois foi uma demonstração de confiança no meu trabalho", conta.

Como se não bastasse, na ausência do animador, apresenta os programas "Roda a Roda", "Pra Ganhar é Só Rodar" e os sorteios da Tele Sena, tendo total respaldo do Homem do Baú.

Sempre muito bem-humorado, Luís Ricardo também falou sobre o acidente com fogo no "Programa do Ratinho", em 2014, e tirou piada até dessa situação: "fui o único artista a fazer um peeling ao vivo".

Por fim, desejou os parabéns ao SBT pelos seus 35 anos.

Confira a entrevista na íntegra:

NaTelinha - O SBT completa 35 anos nesta sexta-feira, dos quais você faz parte de praticamente todo o tempo. Como é isso?

Luís Ricardo -
É como se estivesse vendo um filho crescer, acompanhei os primeiros passos, os primeiros tombos, as primeiras palavras, até se tornar esta grande emissora, querida em todo o Brasil. Me sinto muito orgulhoso em fazer parte desta trajetória!
 
NaTelinha - Você chegou na emissora em 1982, como o Bozo. Como foi o convite para interpretar a versão brasileira do palhaço americano?

Luís Ricardo -
Como todos sabem sou de família circense e na época fui convidado para apresentar alguns números que fazia no circo dublando o primeiro Bozo (Wandeko Pipoca), logo em seguida recebi um convite do eterno Valentino Guzzo que disse assim: “O Silvio quer o menino do circo fazendo um piloto como Bozo atendendo um telefone” (o clássico 2360873). Eu tinha 16 anos na época. Adaptei o palhaço americano para nossa linguagem, e assim foram 10 anos de sucesso...
 
NaTelinha - Falando nele, qual foi o acontecimento mais inusitado que você já passou nessa época?

Luís Ricardo -
O programa entrava às 7:30 todos os dias, de segunda à domingo. Era muito puxado, então eu tirava a peruca e o nariz e cochilava durante os desenhos. A equipe então resolveu me sacanear... Tocavam a campainha do estúdio para simular a volta ao vivo, eu acordava assustado, corria no espelho, colocava o nariz e a peruca e quando percebia todos estavam rindo, não era a hora de entrar. Isso ocorreu umas 10 vezes até que um dia realmente era a entrada ao vivo e eu não acreditei e quando olho no monitor realmente estava entrando a vinheta. Um corre, corre... entrei no ar lindo e maravilhoso só que esqueci de colocar o nariz e fiz o bloco inteiro atendendo o telefone com uma mão e a outra na frente do rosto, fazendo gestos, tentando disfarçar a falta do nariz. Nunca mais cochilei!!

NaTelinha - O Silvio Santos dava pitacos ou interferia no Bozo, já que era uma das atrações mais vistas e populares do SBT? Se sim, conte algumas que o internauta gostaria de saber.

Luís Ricardo -
Não, nunca. Duas vezes que ele palpitou e nem foi um palpite, foi uma descoberta. Ele descobriu que eu tinha uma alergia a uma certa maquiagem e ficava rouco e a outra descoberta foi um dos maiores sucessos do programa. Foi quando ele resolveu colocar um brinquedo das próprias filhas no programa, a Corrida dos Cavalinhos.
 
NaTelinha - Vindo de uma família circense, seu sonho sempre foi ser apresentador de televisão?

Luís Ricardo -
Não sonhava em ser apresentador, meu sonho era pegar na mão do Silvio, conhecê-lo pessoalmente. Realizei meu sonho, o resto foi acontecendo naturalmente e amo fazer o que faço.

NaTelinha - Você fez parte do corpo de jurados do programa "Show de Calouros", uma das atrações mais populares que Silvio Santos apresentou... Como foi passar todo esse período trabalhando diretamente com o Silvio?

Luís Ricardo -
Durante seis anos tive a maior faculdade, pós-graduação e tudo que um artista pode almejar em termos de aprendizado. Ele é um mestre e essa convivência foi incrível.
 
NaTelinha - Você e Silvio Santos, por sinal, sempre estiveram juntos de alguma maneira. Já viu o patrão bravo ou dando algum tipo de "esporro" ou sermão em alguém? Se recorda de alguma coisa assim que você tenha achado inusitado ou engraçado? Afinal, é ele quem manda...

Luís Ricardo -
Ele é um profissional muito exigente, perfeccionista, 8 horas são 8 horas, respeita todos os profissionais que trabalham com ele, principalmente suas colegas de trabalho (auditório). Não é à toa que chegou onde está, e continua trabalhando a todo vapor.
 
NaTelinha - E como é sua relação pessoal com Silvio Santos?

Luís Ricardo -
Nossa relação eu diria que é bem bacana. Continuo com aquele frio na barriga quando o encontro depois de 34 anos de convívio. Há uma brincadeira, um bate bola quando nos encontramos que deu certo, é só risada. Percebo que ele tem uma confiança muito grande em mim e no meu trabalho.

NaTelinha - Na década de 90, você teve uma grande responsabilidade: Silvio Santos passou o "Gol Show" para você. Por que ele deixou de apresentar e por qual razão você foi o substituto? Conte como isso aconteceu.

Luís Ricardo -
Foi um período em que a Tele Sena adaptou o "Gol Show" para o produto. Era todo sábado ao vivo, mas tinha prazo para acabar, mesmo com os altos índices de audiência que teve, e durou seis meses. Fiquei muito feliz com o convite mesmo sabendo que duraria apenas seis meses pois foi uma demonstração de confiança no meu trabalho.  
 
NaTelinha - Em dezembro de 2014, você passou por um susto. Durante uma apresentação circense no "Programa do Ratinho", acabou sendo atingido por labaredas. O susto foi grande, né? Faria essa apresentação novamente?

Luís Ricardo -
Acho que não faria novamente... Foi uma fatalidade mas um susto grande também. Faço esse número desde meus 12 anos. As tochas estavam muito encharcadas e pingos caíram no meu rosto que por sua vez estava molhado de querosene. Fiquei internado por 20 dias, foram queimaduras de 2º e 3º grau, mas tive graças a Deus muita ajuda profissional e uma excelente recuperação. De uma coisa eu tenho certeza: fui o único artista a fazer um Peeling ao vivo (risos).

NaTelinha - Dos últimos anos pra cá, você tem se dedicado a apresentar programas da Tele Sena e Jequiti, como "Roda a Roda" e "Pra Ganhar É Só Rodar", nas ausências de Silvio Santos. Como você se sente sendo um substituto oficial do patrão?

Luís Ricardo -
Nossa, me sinto como já disse muito orgulhoso, pois não é fácil substituir um mestre insubstituível. Acredito que faço direitinho, afinal são anos de estrada, conquistei minha credibilidade trabalhando com produtos sérios como a Tele Sena, Baú, Jequiti...

[galeria]
NaTelinha - Como você vê o SBT atualmente? E no futuro?

Luís Ricardo -
Uma emissora muito mais madura, competente e querida por todas as famílias brasileiras. Sempre tentando inovar, pois o Silvio tem essa característica inovadora. Quanto ao futuro ela está em boas mãos!!
 
NaTelinha - Tem projetos no SBT? Já pensou em sair da emissora em algum momento? Ou pretende ficar a vida inteira?

Luís Ricardo -
Claro, sempre temos projetos, sonhos. Já recebi alguns convites mas nunca pensei em largar pra trás minha trajetória dentro do Grupo Silvio Santos, afinal são anos de estrada, dedicação e muito trabalho. Seria como deixar um filho pra trás.

NaTelinha - Como você desejaria parabéns ao SBT pelos seus 35 anos?

Luís Ricardo -
Um PARABÉNS especial a todos os profissionais que durante esses 35 anos vestiram e suaram a camisa para tornar esta emissora a emissora da família brasileira. E o meu respeito e admiração ao homem empreendedor, visionário, que sempre enfrentou as adversidades com muita força, foco, determinação e aquele sorriso que todos conhecem. Obrigado Silvio Santos por nos proporcionar através do SBT tantos momentos alegres. Hahaiii!!!

Veja 5 situações engraçadas de Silvio Santos e uma delas com Luís Ricardo

 

Mais Notícias