Notícias

Há 10 anos, Silvio Santos deixava de comandar o game "Family Feud"

"Memórias da Telinha" relembra o game-show "Family Feud"


familyfeud.jpg
"Family Feud" em edição especial do "Teleton": a turma do "Pânico na TV" contra a família do cantor Daniel - Divulgação/SBT
Em 6 de agosto de 2006, Silvio Santos deixava de apresentar um dos games mais bem-sucedidos dos Estados Unidos, que deu ao SBT grande audiência enquanto apresentado diariamente antes do "Roda a Roda", o "Family Feud". 
 
Um dos programas mais tradicionais da televisão dos EUA, que estreou na rede ABC em 1977, o "Family Feud" foi comprado por Silvio Santos em janeiro de 2005 juntamente com outros formatos: "American Idol" (que viria a ser o "Ídolos" em 2006), "O Grande Perdedor" e "Casamento à Moda Antiga" (que estreou em dezembro de 2005). 
 
O programa era um jogo de perguntas e respostas disputados por duas famílias, cada uma com cinco membros. As respostas tinham que coincidir com o resultado de uma pesquisa realizada com 100 pessoas. No final, duas pessoas da família que venceu jogavam para faturar o prêmio em dinheiro.
 
Vale lembrar que na década de 1980, Silvio Santos comandou uma atração similar, para não dizer idêntica, o "Jogo das Famílias". Só que na época, a atração reunia artistas, como a "família do teatro ou da TV", por exemplo.
 
Estreia
 
Adquirido junto à Fremantle, o "Family Feud" estreou no dia 20 de junho de 2005, e quem dirigiu o game foi César Scarpatto.
 
Em entrevista ao Estado de S. Paulo na época, Scarpatto disse que dirigir Silvio Santos era uma grande parceria. "É uma escola imensa. Ele tinha exatamente na cabeça a forma e a cara que ele queria dar ao produto", contou.
 
Exibido de segunda a sexta-feira, no horário das 19h50, o "Family Feud" ia ao ar numa época que o SBT tinha grande audiência no horário nobre, com o "Chaves" às 18h, "Programa do Ratinho" às 18h50, "Roda a Roda" às 20h30, "Esmeralda" às 21h (em reta final) e "Xica da Silva" na sequência, além da linha de shows.
 
O game logo caiu nas graças do público e nos primeiros meses, alcançava médias de 12 a 17 pontos no Ibope, com picos que chegavam a 18, entregando alto para o próprio Silvio na sequência com o "Roda a Roda". 
 
Com a estreia do "SBT Brasil", em agosto de 2005, a audiência noturno começou a cair, e o dono da emissora chamou a responsabilidade para si de tentar aumentar a audiência do jornal.
 
Para isso, colocou seu "Family Feud" às 19h15 em novembro daquele ano, com o "Roda a Roda" depois, mas não surtiu o efeito desejado. 
 
Em dezembro de 2005, Silvio Santos chegou a mudar o horário do programa mais uma vez: às 18h, segundo ele, em "horário experimental", e avisava sem a menor cerimônica para seu público: "se não der certo, a gente muda". Tempos de grade voadora. 
 
No final daquele mês, o programa saiu de férias, retornando no final de janeiro, às 22h, já sem a mesma audiência dos primeiros meses.
 
Silvio Santos colocou o "Family Feud" nos mais diversos horários, desde às 18h até 22h. 
 
Em abril de 2006, o programa passou a ser apresentado aos domingos, no horário das 15h, antecededo o "Domingo Legal", de Gugu Liberato, até sair do ar em agosto, perdendo para o "Tudo é Possível", de Eliana.
 
Em 2013, a Record cogitou comprar o "Family Feud" da Fremantle para que Rafael Cortez apresentasse, mas a ideia não saiu do papel. 
 
Mais Notícias