"Rede Fuso" volta com o horário de verão; saiba o que é e porque é odiada

Fotos: Divulgação

Publicado em 19/10/2015 às 12:23:14

Por: Sem autor

O horário de verão começou no último domingo (18) para as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, que tiveram que adiantar os seus relógios em uma hora.

Com o período de volta - ele dura até a metade de fevereiro de 2016 -, a famosa "rede fuso" retorna para os estados do Norte e Nordeste, que não contam com horário de verão.

A rede fuso foi criada em 8 de abril de 2008, com o objetivo de adequar a programação às regras de classificação indicativa do Ministério da Justiça nos estados com fuso diferente de Brasília. Parte do Norte já é adepta desde esta época, e o Nordeste entra sempre a partir de outubro. Nas emissoras, mudanças fortes.

A Globo continuará com o esquema dos últimos anos: programação gravada do "Hora 1 da Notícia" até "Além do Tempo". Após, entra o jornal local e o "Jornal Nacional" ao vivo, às 19h30 locais. Após, entra "I Love Paraisópolis" e futuramente "Totalmente Demais", seguida de "A Regra do Jogo". No sábado, segue o mesmo esquema, enquanto no domingo toda a programação é transmitida com uma hora de atraso.

No SBT, de segunda a sexta nas regiões que não adotam o horário de verão, toda a programação da emissora será gerada pelo SBT Pará, exibindo tudo com uma hora de delay, desde o "Jornal do SBT" até a novela "A Dona". Em seguida, entra o noticiário local, seguido do "SBT Brasil" e das novelas "Cúmplices de Um Resgate" e "Carrossel", todas em tempo real com o restante do país.

Logo depois da novelinha infantil, será exibido o "Okay Pessoal", de Otávio Mesquita, em edição exclusiva para os estados que não acompanham o horário de verão. O programa mostrará as melhores matérias desde a estreia, mantendo a edição inédita no horário habitual das madrugadas. A programação é retomada em delay a partir do "Programa do Ratinho" e do "Roda a Roda Jequiti" às quartas. Nos sábados e domingos, o canal exibe tudo com uma hora a menos no Norte e Nordeste.

Já a Record, uma mudança pesada: a grade será exibida uma hora depois do horário de Brasília, começando com o "Balanço Geral Manhã" e indo até o "Cidade Alerta", com a exibição dos jornais locais. Além disso, haverá uma inversão importante nos horários do "Jornal da Record" e da novela das 20h30, devido à classificação indicativa - atualmente "Os Dez Mandamentos" e posteriormente "Escrava Mãe" -. O "JR" passa a entrar as 20h30 ao vivo e a novela bíblica vai ao ar logo após o jornal, às 21h30 locais.

A grade em seguida é retomada em delay a partir da linha de shows - atualmente ocupada por "Xuxa Meneghel", "A Fazenda", "Batalha dos Confeiteiros" e "Super Tela". Nos sábados, mesmo esquema, com apenas o "JR" sendo exibido ao vivo e o restante da programação gravada. No domingo, todos os programas serão exibidos com uma hora a menos.

Band e RedeTV! não farão mudanças mais drásticas. A primeira irá exibir a programação uma hora mais cedo até o "Show da Fé", onde mostrará depois desenhos aleatórios. Programas como "MasterChef Júnior" irão ao ar com delay para os outros estados. Já a segunda irá exibir sua programação com uma hora a menos do que o normal no Norte e Nordeste, em todos os dias.

[galeria]

Para muitos, este é o um momento ruim: quem está acostumado a acompanhar a programação da TV e comenta-lá nas redes sociais, terá que lidar com os "spoilers" das outras regiões e um desrespeito às outras cidades que não seguem o horário de verão. "É horrível assistir com delay", disse um leitor adepto da rede fuso ao NaTelinha. "Não curto o fuso. Não gosto de ver as coisas 1h depois todo mundo", afirmou outro. "A principal reclamação é que estamos em plena era da internet. Delay de programação quando não há necessidade é ridículo", apontou mais um.

A rede fuso é tão odiada, que até mesmo um abaixo-assinado está sendo feito para acabar com ela, conforme foi noticiado pelo site anteriormente - inclusive, tendo o apoio do diretor da Globo, Boninho.



COMENTÁRIOS