Mariana Fontes passa bastão no E+I e entrevista sucessora Emilim Schmitz

NaTelinha une as duas apresentadoras em mudança no "Caderno de Esportes"

Fotos: Esporte Interativo especial para o NaTelinha

Publicado em 31/07/2015 às 17:45:54

Por: Sem autor

Após dois anos no comando do "Caderno de Esportes", principal telejornal do Esporte Interativo, a jornalista Mariana Fontes está de saída. Ela irá para um novo desafio dentro da emissora: apresentar o reformulado "Melhor Futebol do Mundo", reforçando ainda mais a sua espontaneidade.

Mariana vai coordenar o novo programa, que terá participação de todos os correspondentes internacionais e ajudar a aproximar o telespectador aos grandes clubes e craques do mundo.

Em seu lugar, quem assume o "Caderno de Esportes" é a catarinense Emilim Schmitz, ao lado do jornalista Fred Caldeira. A apresentadora, que já esteve na RBS de Santa Catarina e no Fox Sports, mudou-se para o Rio de Janeiro e vai aparecer no ar pela primeira vez nesta próxima segunda-feira (03), às 19h. Neste novo formato, o "Caderno" também ganha um novo cenário e uma nova identidade visual.

Pensando nisso, o Esporte Interativo e o NaTelinha juntos propuseram algo diferente para Mariana e Emilim: que uma entrevistasse a outra e vice-versa. Nessa "passagem de bastão", as duas fizeram um pingue-pongue, trocaram experiências e curiosidades de sua carreira. Além disso, elas destacam por que os seus novos projetos devem ser vistos pelo telespectador.

Confira as duas entrevistas na íntegra:

Mariana Fontes pergunta para Emilim Schmitz
 
Mariana Fontes
- Quais foram as suas primeiras sensações ao chegar no Esporte Interativo?

Emilim Schmitz - O que mais me contagiou foi a alegria das pessoas. A energia positiva no local de trabalho faz toda a diferença para mim.
 

Mariana Fontes - Lembro que na minha estreia, não dormi à noite e o frio na barriga era congelante. Como está a sua expectativa para a estreia no "Caderno de Esportes"?

Emilim Schmitz - Estou ansiosa. Já fiz algumas estreias durante minha carreira, mas essa está sendo muito especial. Sei que vou ficar nervosa, principalmente quando a vinheta rodar pra valer, mas espero que dê tudo certo.
 

Mariana Fontes - Depois de passar por duas grandes emissoras e chegando para a terceira, quais são seus sonhos profissionais?

Emilim Schmitz - Eu procuro sempre colocar muita energia em tudo o que faço e o meu principal desejo é que meu trabalho tenha o melhor resultado possível. Me sinto realizada trabalhando e isso me basta.
 

Mariana Fontes - Conte um momento inesquecível na sua carreira?

Emilim Schmitz - Por causa de uma reportagem tive que saltar de paraquedas. Isso foi emocionante e inesquecível.
 

Mariana Fontes - Além de chegar em uma emissora nova, você chegou a uma cidade nova. Como está a rotina, com tantas mudanças ao mesmo tempo?

Emilim Schmitz - Já tinha morado no Rio, então me readaptei rapidamente à cidade. Já encarar um reinício em uma nova emissora é sempre um grande desafio e é preciso ter paciência até que tudo comece a se encaixar e fluir naturalmente.
 

Mariana Fontes - Para que time você torce e qual é o seu ídolo no esporte?

Emilim Schmitz - Meu time é o Joinville e meu ídolo no esporte Ayrton Senna.
 
 
Emilim Schmitz pergunta para Mariana Fontes

Emilim Schmitz - Se você pudesse me dar uma única dica na apresentação do "Caderno de Esportes", qual seria?

Mariana Fontes - Eu sempre tentei falar da forma mais simples possível, como se estivesse conversando com o público pessoalmente. Acho que a linguagem mais informal, mais direta, facilita o entendimento e proporciona uma aproximação. Acho incrível quando alguém me responde via redes sociais completando alguma música que eu cantei, comentando alguma piadinha, ou até “cornetando”! Dá uma sensação de missão cumprida. E, como comunicadora, isso me realiza demais!  
 

Emilim Schmitz - Como você classificaria sua evolução profissional no Esporte Interativo?

Mariana Fontes - Acho que ainda falta fazer muito para analisar uma evolução. O Esporte Interativo é o melhor lugar para encontrar pessoas dispostas a ajudarem um profissional a evoluir e eu espero crescer cada vez mais observando meus colegas de trabalho, que são incríveis.

 
Emilim Schmitz - Você sente uma pontinha de tristeza de deixar o programa que você fez por tanto tempo para uma pessoa nova?

Mariana Fontes - Claro! Uma pontona! Poder fazer parte da construção de um programa, construir a identidade dele e dar a minha carinha foi sensacional. Mas, tenho certeza, ele continuará cumprindo seu papel de informar e estará lindo repaginado.
 

Emilim Schmitz - O que eu deveria aprender imediatamente sobre o Esporte Interativo? E o que eu deveria aprender imediatamente sobre o Rio de Janeiro?

Mariana Fontes - Sobre os Esporte Interativo, você agora tem outra família. As pessoas aqui se abraçam e remam em uma mesma direção, sempre. Todas as ideias e sugestões são bem-vindas e todos que chegam para somar são muito bem recebidos! Sobre o Rio de Janeiro, vai ser seu novo xodó. Morar em uma cidade como esta e curtir a vista no caminho para o trabalho, só vai te fazer chegar mais inspirada. Aproveite e cuidado para não se distrair demais com as belezas e chegar atrasada!   

 
Emilim Schmitz - Qual é a sua expectativa para o seu novo programa?

Mariana Fontes - Nós já começamos a construir este novo sonho. Falar sobre futebol internacional, ou Melhor Futebol do Mundo, como chamamos, será um novo desafio. Mas, sem dúvidas, vamos fazer daquele jeito que só se vê no Esporte Interativo. Promete demais!  
 

Emilim Schmitz - Para que time você torce e qual é o seu ídolo no esporte?

Mariana Fontes - Como meu primeiro registro de futebol foi a Copa de 94, meu ídolo não poderia ser outro. Me lembro que ganhei um cachorrinho naquele ano e dei a ele o nome de Romário. Ver o que o Baixinho fez no mundial e vê-lo depois no Brasil foi sensacional!
 



COMENTÁRIOS