Reportar
erro
Notícias

"Meu 'gordinho', descanse", diz Xuxa sobre Roberto Talma; famosos lamentam


37f983f4cd6a9f1813c648ada6a42418.jpg
Fotos: Divulgação
Por Diego Falcão

Publicado em 23/04/2015 às 09:40:02

Morreu na madrugada desta quinta-feira (23), aos 65 anos, o diretor da Globo, Roberto Talma. Muitas celebridades como Xuxa, Daniela Mercury, Preta Gil e outros já lamentaram a morte dele.
 
Em seu perfil oficial do Facebook, Xuxa escreveu: "Meu 'gordinho', descanse, a saudade é enorme e será sempre". Eles trabalharam juntos no "TV Xuxa", último programa dela na Globo.
 
Preta Gil também agradeceu Talma por sua carreira e relatou alguns episódios com o diretor: "Vou tentar expressar o que esse homem significou em minha vida. Roberto Talma, amigo dos meus pais, foi um tio presente na minha infância. Levava para festa, viajava com a gente no final de semana, levava a gente pra os estúdios da Globo para vê-lo trabalhar né, Amora Mautner? Eu era apaixonada por ele. Um dia, quando eu tinha 13 anos, me chamou para uma oficina, um laboratório para um novo programa de TV que ele estava desenvolvendo. Lá fui eu com medo, mas com muita vontade de aprender com meu mestre. Fizemos o laboratório que durou uns seis meses, depois ele me colocou numa oficina de atores na Globo onde estudei por um ano. Tive grandes professores, mas ele sem dúvida era o mais generoso e rigoroso. O tempo passou e eu desisti de estudar interpretação, o tal laboratório depois de anos virou a tão famosa ‘Malhação’!".
 
E continuou: "Fui morar em São Paulo com 17 anos e muitos anos depois falei para ele que estava pensando em começar a estudar canto e ele me apoiou. Foi ao meu primeiro show, sentou na primeira fila e me aplaudiu. No final, olhou para mim e me disse: ‘Ainda bem que deu tempo de você começar’. Depois ele me chamou para fazer minha primeira novela em ‘Agora que são elas’. Novela que também era dirigida por minha irmã Amora Mautner. Ele fez questão de ir dirigir... Entrei no set muito nervosa, mas com uma sensação de resgate muito forte. Ele marcou a cena, foi para o switcher e de lá escutei sua voz dizendo: 'Gravando'. Fiz a cena com Joana Fomm, que fazia minha mãe na trama. Eu tremia, ele voltou para o estúdio, olhou para mim e falou: ‘Mandou bem, neguinha. Decorou o texto direitinho. Faça sempre isso e você vai se divertir se não decorar, você não se entrega e não se diverte’. Me abraçou como sempre com todo amor e zelo e aqui estou eu. Devo a você muito do que sou hoje! Te amo pra sempre! Descanse em paz, meu guerreiro!".
 
Daniela Mercury disse: "Estou muito triste pela perda desse amigo e extraordinário diretor Roberto Talma. Um criador genial, um homem que construiu parte do DNA da TV Globo. Obrigada por ter me mostrado a beleza que não conhecia. Obrigada por ter feito tanto pela música popular brasileira e por ter dirigido especiais de televisão que foram importantíssimos para a consagração da minha carreira no Brasil. Amigo, nunca vou te esquecer".
 
Confira outras homenagens de famosos:
 
Rafael Zulu (ator): “Esteja no lugar que desejamos estar! Triste”.
 
Juliana Didone (atriz): "Que nesse dia do santo guerreiro seja o seu dia em uma nova jornada. Vai em paz. Meu amor e agradecimento".
 
Roberta Miranda (cantora): "Sinto muito do fundo meu coração perder este querido. Roberto Talma é perder parte da história da Globo. Não posso deixar de registrar que um dos momentos lindos que tive com ele foi no meu apartamento do Guarujá junto com minha amada Alicinha Cavalcanti idealizando um show".
 
Astrid Fontenelle (apresentadora): "Acabei de receber a notícia da morte do diretor de TV Roberto Talma. Um dos meus mestres e incentivador! RIP, amigo! Te amo!".
 
Entenda
 
A morte de Roberto Talma foi confirmada pelo Hospital Samaritano, no Rio, por falência múltipla dos órgãos decorrente de insuficiência renal. Ele vinha enfrentando problemas de saúde desde 2012, entre melhoras e pioras.
 
Roberto Talma trabalhou na TV Rio, TV Excelsior e Tupi, até chegar à Globo em 1969. Também atuou na Band e SBT, mas grande parte de sua carreira foi feita na rede carioca - que por sinal completa 50 anos neste domingo (26).
 
Na Globo, começou como operador de videotape e depois trabalhou na equipe de telejornais de rede, como o "Jornal Nacional" e o "Jornal Hoje". Também fez parte da primeira equipe do "Fantástico", que foi ao ar pela primeira vez em 1973, e ajudou a implementar e editar o "Globo Repórter".
 
Na linha de shows, o primeiro programa que implantou foi o famoso "Globo de Ouro", que ficou no ar até 1990. Em 1995, ele deixou à emissora para se dedicar a projetos pessoais, que incluíam a criação de uma produtora independente, que tinha como clientes a própria Globo.
 
Voltou quatro anos depois, quando ajudou a implantar o "Linha Direta", junto com Marcelo Rezende. Depois, assumiu o núcleo de programas infantis da Central Globo de Produção, onde criou o "Bambuluá" e o "Xuxa no Mundo da Imaginação".
 
Também dirigiu dezenas de séries, minisséries e novelas, como "Anos Dourados", "Anos Rebeldes", "Os Maias", "Armação Ilimitada", "Malhação", "Síto do Picapau Amarelo", "Saramandaia", "Selva de Pedra", "Que Rei Sou Eu?", "Renascer" e mais recentemente os remakes de "Gabriela" e "O Astro", além de tantas outras nos segmentos de humorísticos, especiais e programas de auditório.
 
Seu último trabalho na casa foi "Pé na Cova", em 2013, como diretor de núcleo - cargo que ocupava desde 2001.