Documento NT visita os novos estúdios da Record Bahia; conheça detalhes

Engenheiro diz que investimentos chegaram próximos aos 20 milhões de reais

Fotos: Gabriel Vaquer/NaTelinha

Publicado em 05/12/2014 às 09:46:29

Por: Sem autor

Nesta semana, o NaTelinha esteve na sede da Record Bahia, que lançou na última segunda-feira (01) os seus novos estúdios e sua programação local em alta definição.

Fomos a primeira reportagem de um site especializado a entrar no canal, e conhecemos lugares absolutamente restritos e que raramente são acompanhados por qualquer jornalista.

Vimos os novos equipamentos, o novo controle mestre, além de novos switchers e ilhas de edição, para comparar com os antigos usados, e a diferença foi algo incrível.

"Foram investidos 8 milhões de reais só nos estúdios, para a modernização da emissora. Pelo restante dos equipamentos, deve ter chegado próximo aos 20 milhões de reais", disse um engenheiro do canal. Os novos estúdios medem cerca de 200 metros quadrados, que abrigam os jornais da casa - "Balanço Geral" manhã e tarde, "Bahia no Ar" e "Cidade Alerta Bahia".

Chegamos por volta das 7h30 e vemos o "Bahia no Ar", apresentado por Jéssica Senra. O primeiro impacto do estúdio impressiona pela beleza e pela grandiosidade. Ouso dizer que, se não é o melhor e mais bonito estúdio de filiais e afiliadas da Record, é um dos melhores facilmente. Contando antes com oito ilhas, agora a Record BA possui 12 ilhas, que editam em alta definição e com estrutura das mais modernas.

Além das novidades fisicas, outra chamou a atenção: o novo "Balanço Geral" da faixa do almoço, apresentado por um repaginado Zé Eduardo, conhecido como o Bocão. O seu tradicional programa, que comandava há vários anos, foi extinto na TV, conforme notícia publicada em primeira-mão pelo NaTelinha.

Conversamos com todos os apresentadores e com alguns diretores. O primeiro deles é Fábio Tucilho, diretor-geral, que me recebe com um "seja bem-vindo" e ressalta a beleza do estúdio: "Ficou bastante bonito realmente". Depois, converso com os apresentadores, que estão impressionados. A primeira delas é Ana Paula Farias, do "A Bahia que a Gente Gosta", exibido nas manhãs de domingo. Ana disse que é um momento mágico para o canal: "Estou há sete anos nesta casa, e para todos os funcionários, esse é um momento mágico. Todos os funcionários estão neste sentimento, nesta energia, nesta vibração, todos com a auto-estima lá em cima".

Ana também fala do seu programa, que ganha cada vez mais destaque fora da Bahia, sendo exibido pela Record News e pela Record Internacional. Recentemente, uma revista do Canadá fez uma matéria ressaltando a qualidade da atração. A apresentadora diz que é um sonho realizado: "Vou te dizer que é um sonho, porque eu sempre sonhei um dia em estar dentro da televisão, fiquei 14 anos no rádio, adoro rádio, mas decidi agora focar mais na TV, e isso é fruto das coisas que a gente vai plantando".

Falamos também com Jéssica Senra, do "Bahia no Ar", que diz estar maravilhada e ressaltou que mesmo que tenha demorado, os novos estúdios ficaram muito bem feitos: "Tudo que vem rápido, vai rápido. Não adianta fazer na correria e fazer mal feito. E a Record prima pela qualidade, pelos detalhes. Eu estou extremamente orgulhosa destes estúdios".

A jornalista também comenta a indicação ao prêmio "Melhores do Ano NaTelinha", onde seu telejornal está disputando na categoria de melhor jornal local. Jéssica diz estar lisonjeada só pela indicação: "Às vezes eu tenho a impressão de estar vendo um filme, que não sou eu. Uma indicação dessa é um reconhecimento. E às vezes, eu nem acho que somos merecedores, porque tem muita gente boa no país afora. Não desmerecendo o que a gente faz, que fazemos com muito amor, com muita dedicação, e todos eles merecem troféus diários. Nossa intenção sempre foi prestar um serviço. Hoje, eu fico feliz de ter um programa que ajuda as pessoas. E, gente, votem em mim! É surreal estar entre os quatro melhores jornais locais do país. Estou feliz demais. Só a indicação já é um mérito de toda a minha equipe".

Por fim, falamos com Zé Eduardo sobre sua nova fase, mais popular, deixando o "Se Liga Bocão" após oito anos. Zé afirma que está feliz da vida: "Estou feliz da vida, não podia estar melhor. Acho que todo jornalista, todo comunicador sonha com com tecnologia de ponta, com funcionários super avançados. Desde quando eu cheguei na Record, eu tinha essa promessa de que iria ser assim, e foi essa semana, começou a mudança. E mudou pra valer".

Ele fala também sobre o fim do "Se Liga", dizendo que o novo "Balanço Geral" vai mostrar um novo lado dele: "Eu, há muito tempo, queria dar uma mudada, e você sabe disso. Respirar outros ares, mostrar que eu posso fazer outras coisas. E no 'Balanço Geral', eu posso fazer um programa popular, com vários temas abordados. Eu quero que o povo entenda que esse é o mesmo Bocão de sempre, com vários temas a serem abordados, e que são benéficos para a população. Mostrar o caos da saúde, do buraco na rua. São problemas que vamos abordar aqui, para benefício do povo".



COMENTÁRIOS