Reportar erro
Notícias

Ex-diretor de novelas da Record, hoje em Portugal, quer voltar ao Brasil

Atílio Riccó tem vontade de voltar a trabalhar no país

atilio-ricco.jpg
Atílio Riccó pode voltar ao Brasil após quase 15 anos em Portugal
Redação NT

Publicado em 11/06/2014 às 16:20:46

Após praticamente 15 anos trabalhando em Portugal, Atilio Riccó, conhecido nome da dramaturgia da Record mas com passagens pela Manchete e Globo, pode voltar ao Brasil em breve.
 
Segundo a coluna Canal 1, Atílio, que está à frente da direção de “O Beijo do Escorpião”, da TVI, relatou recentemente sentir falta do país e que, em caso de surgimento de oportunidades, voltará para cá. “Estou com muitas saudades do Brasil, se aparecer algum convite, me mando”, relatou.
 
Atílio Riccó era um dos principais nomes da dramaturgia da Record no fim dos anos 90. Na época, sem núcleo consolidado, a emissora realizava a maioria de suas produções com a parceria de produtoras (como a JPO, de José Paulo Vallone).  
 
Riccó dirigiu produções dos mais diversos padrões, como as minisséries para promover a Igreja Universal, como “A Sétima Bala” e “Canoa do Bagre”, e teve como último trabalho “Vidas Cruzadas”, então maior investimento do canal em novelas e com gravações na Suíça. 
 
Em Portugal, liderou trabalhos como as novelas infanto-juvenis "Floribella", "Rebelde Way" e "Morangos com Açúcar", além de ter prestado serviços nas mais diversas frentes: como ator, autor, produtor e supervisor de texto.