Reportar erro
Notícias

"Estou incomodando", diz Rodrigo Faro sobre "O Melhor do Brasil"

39a81e92e79c74f3fa10d20489ee2190.jpg
Divulgação/TV Record
Fabrício Falcheti

Publicado em 27/11/2013 às 15:38:56

O apresentador Rodrigo Faro esteve presente no evento promovido pela grife John John, na noite desta terça-feira (26) em SP, e conversou com a imprensa sobre seu programa, "O Melhor do Brasil", da Record.

"Estou há cinco meses apenas no domingo. Não esperava ter esse resultado. Nesse último domingo a gente bateu o recorde de audiência desde a minha estreia. O programa vem crescendo. As pessoas, graças a Deus, estão começando a me assistir mais no domingo", disse ele. No último fim de semana, sua atração cravou 10 pontos de média.

Faro também comentou sobre as dificuldades em se adaptar ao novo dia: "É um público diferente. Sair do sábado para o domingo é como se fosse outro programa e tenho que conquistar esse novo público. É bom saber que isso está acontecendo muito mais rápido do que imaginava, são apenas cinco meses. Estou muito feliz. E vem muito mais por aí. Tem que trabalhar cada vez mais".


O apresentador ainda falou sobre a inclusão de quadros emocionais no programa: "A gente não perdeu a alegria, que é a minha cara, e agregamos responsabilidade social. Você não pode fazer um programa de domingo que não tenha isso. As pessoas querem ver. E o público está vendo a minha maneira de fazer esse trabalho de responsabilidade social".

Rodrigo afirmou que estuda a concorrência para montar estratégias e também se assiste para analisar possíveis melhorias: "É fundamental me assistir para analisar onde estou acertando e errando. Esse primeiro ano é de estudo para entender o que funciona e o que não funciona. Quando tem jogo, quando não tem. Quando tem Faustão antes ou depois. Quando muda uma estratégia. Quando vem o Silvio Santos, quando entra a Eliana mais cedo para brigar comigo. Domingo é uma guerra mesmo, é o dia mais importante na TV. Que bom que estou buscando o meu espaço e estou incomodando. Esse era o meu grande sonho que se realizou".

Em alta como apresentador e muito feliz na carreira, ele garante que nem pensa em voltar a ser ator. "Não sinto nenhuma falta de atuar. Sou feliz do jeito que estou e quero coninuar como apresentador por muito tempo. Para sempre, aliás", concluiu.

Com informações do site "IG".