Canal Woohoo se desliga da Turner para cumprir nova lei da TV paga

Divulgação

Publicado em 17/08/2013 às 17:57:23

Por: Fabrício Falcheti

Para manter a chancela de "canal superbrasileiro" na TV paga, com 12 horas de programação nacional, o Woohoo precisou se desligar de sua distribuidora, a Turner.

Tudo para conseguir cumprir o que está disposto na nova lei da TV paga. Segundo a Ancine (Agência Nacional do Cinema), a vinculação do Woohoo com uma programadora internacional o impedia de ser um "canal superbrasileiro".

De acordo com informações da coluna "Outro Canal", o Wohoo e outros canais estão reclamando desta classificação. A nova lei da TV paga, que estabelece cotas de produção nacional, diz que os "superbrasileiros" são praticamente obrigatórios nas operadoras de TV por assinatura, aumentando a base de assinantes em pouco tempo.

Porém, essas emissoras afirmam que não conseguem bancar os custos sozinhas, sem a ajuda de um grupo internacional ou repasse de verba por parte das operadoras.

“Muitos de nós vão quebrar”, diz Ricardo Bocão, um dos criadores do Woohoo.

Procurado, o presidente da Ancine, Manoel Rangel, diz que o órgão não regula preços, mas está atento ao assunto.



COMENTÁRIOS