Reportar erro

Danilo Gentilli, do CQC, é agredido por seguranças de Sarney

 Danilo Gentilli, do CQC, é agredido por seguranças de Sarney

Redação NT

Publicado em 02/07/2009 às 01:18:19



Foto/ AE

As frases ásperas disparadas por Danilo Gentili, repórter do "Custe o Que Custar", vem irritando os políticos de Brasília. Tal fato pode ser ilustrado pelo ocorrido na tarde desta quarta-feira, quando o humorista foi agredido pelos seguranças de José Sarney (PMDB-AP), presidente do Senado que está envolvido no escândalo dos atos secretos.


No primeiro momento, Gentili cercou Sarney e lhe perguntou "como é não ser tão poderoso como se imagina?". De imediato policiais que faziam a escolta de Sarney agarraram e derrubaram o repórter.

 

Mais tarde, quando a sessão plenária havia chegado ao fim, houve uma nova tentativa de conversa com Sarney por parte de Gentili.

 

No momento em questão os seguranças do parlamentar se limitaram a dar cotoveladas e chutes nos calcanhares do repórter da Bandeirantes. Mesmo sendo agredido, Gentili não desistiu e questionou se caso Sarney deixasse a presidência do Senado a crise iria acabar ou ficar pior que antes: "Juro, o seguranca do Sarney acabou de fazer comigo o q queriam fazer c/ ele: Me derrubou! Apanhei feio! Por isso peco", disse Danilo em seu twitter.


No final da tarde de hoje, Danilo Gentili foi entrevistado pelo Jornal Estado de São Paulo. O repórter manteve seu bom humor e quando questionado se iria tomar alguma providência legal contra os seguranças, respondeu que iria fazer piada, o que considera "legal".


Essa não é a primeira vez que o quadro de Danilo Gentili no Congresso Nacional causa polêmica. Antes mesmo do ocorrido na tarde desta quarta-feira (1), a coluna Zapping do Jornal  Agora sugeriu que o "Custe o Que Custar" estivesse sendo censurado pela alta cúpula da Bandeirantes e Gentili orientado a não comparecer ao movimento "Fora Sarney". A emissora paulista rebateu a nota com um memorando, onde nega qualquer tipo de censura e que preza para que sua programação se mantenha dentro dos parâmetros éticos, obedecendo assim a sua responsabilidade de concessionária.

Mais Notícias