Rub & Tug

Scarlett Johansson responde críticos após aceitar viver homem transgênero no cinema

Reprodução

Publicado em 04/07/2018 às 19:30:56

Por: Redação NT

Scarlett Johansson respondeu os críticos sobre sua escalação para o filme "Rub & Tug", onde viverá um homem transgênero que se torna um dos principais chefões do crime nos anos 70 em Pittsburgh, nos Estados Unidos. História baseada em fatos reais.

A escalação da atriz não foi bem aceita pela comunidade trans, que queria um ator transgênero como protagonista.

Em comunicado enviado ao site Bustle, um representante de Johansson deu uma breve alfinetada: “Diga a eles para falarem diretamente com os atores Jeffrey Tambor, Jared Leto, e Felicity Huffman”. Esses três interpretaram mulheres trans no cinema e na TV e foram até premiados, como foi o caso de Jared Leto, que venceu o Oscar por "Clube de Compras Dallas", e Jeffrey Tambor, que levou dois Emmy e um Globo de Ouro por "Transparent".

"Rub & Tug" mostrará a vida de Dante “Tex” Gill, que nasceu mulher e passou a se vestir como homem, insistindo que fosse chamado de "Senhor Gill". Entre a década de 70 e 80, virou um chefão do crime e da prostituição em Pittsburgh.

Ao jornal Post-Gazette, um primo de Gill disse que ele era considerado uma anomalia na época: "Alguém que teve que esconder a sexualidade como uma mulher solteira em meio à comunidade transgênero. Que, naquele tempo, era algo tão escondido, que ainda nem possuía esse título".

Com direção de Rupert Sanders, as filmagens devem começar em fevereiro de 2019.



publicidade

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!