Em maio

Netflix começa a avisar assinantes sobre aumento na mensalidade

Aumento ficou acima da inflação, mas Netflix justificou

Netflix começa a avisar assinantes sobre aumento na mensalidade
Ilustração

Thiago Forato
i

Thiago Forato

Thiago Forato é jornalista, escreve sobre televisão há 14 anos e assina a coluna Enfoque NT há oito, além de matérias e reportagens especiais no NaTelinha. Converse com ele:

thiagoforato@natelinha.com.br

Twitter: @tforatto

Publicado em 09/04/2019 às 12:32:18 Atualizado em 09/04/2019 às 12:52:37

A Netflix começou a notificar seus assinantes sobre o aumento que haverá em seus planos. O reajuste valerá a partir da próxima fatura, em maio.

Conforme já noticiado pelo NaTelinha, os novos preços ficaram assim:

- Plano Básico (uma tela, SD): de R$ 19,90 para R$ 21,90

- Plano Padrão (duas telas, HD): de R$ 27,90 para R$ 32,90

- Plano Premium (quatro telas, Ultra HD): de R$ 37,90 para R$ 45,90

A empresa não reajustava seus preços há dois anos. Em 2017, alterou os valores dos planos Padrão e Premium, contudo, não modificou o Básico. Na época, discutiu-se no mundo político a possibilidade de taxar o streaming. O imposto recebeu o aval do Congresso e o ex-presidente Michel Temer sancionou a Lei.

Agora, o aumento variou entre 10,05% e 21,10%  no Brasil, com o pacote mais barato sofrendo a menor alteração e o serviço mais caro afetando mais o bolso dos consumidores da Netflix. Nos Estados Unidos, esse reajuste foi de 13% e 18%. O serviço mensal mais barato por lá é de US$ 12,99.

A plataforma conta, hoje, com mais de 140 milhões de assinantes. Entretanto, não informa quantos possui no Brasil.

"Mudamos nossos preços de tempos em tempos para continuar investindo no melhor do entretenimento, além de melhorar a experiência da Netflix para nossos membros no Brasil", disse a Netflix em comunicado sobre o aumento, que ficou acima da inflação.

Vale ressaltar que a gigante tem feito investimentos altos no Brasil. A empresa já anunciou que, até 2022, quer produzir 20 séries simultaneamente por aqui.


publicidade

TAGS:

LEIA TAMBÉM

publicidade

COMENTÁRIOS

Para comentar na página você deve estar logado com seu perfil no Facebook. Este espaço visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos, de propaganda e que firam a ética e a moral podem ser deletados. Participe!